Fenomenologia e psicopatologia do espaço vivido segundo ludwig binswanger: uma introdução Reportar como inadecuado




Fenomenologia e psicopatologia do espaço vivido segundo ludwig binswanger: uma introdução - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies 2011, XVII 1

Autor: Jeanine Chamond

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=357735615002


Introducción



Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies ISSN: 1809-6867 revista@itgt.com.br Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Brasil Chamond, Jeanine Fenomenologia e Psicopatologia do espaço ViVido segundo ludwig Binswanger: uma introdução Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies, vol.
XVII, núm.
1, enero-junio, 2011, pp. 3-7 Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Goiânia, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=357735615002 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Fenomenologia e Psicopatologia do Espaço Vivido Segundo Ludwig Binswanger: uma Introdução Fenomenologia e Psicopatologia do Espaço Vivido Segundo Ludwig Binswanger: uma Introdução1 Phenomenology and Psychopathology of Living Space according Ludwig Binswanger: an Introduction Fenomenología y Psicopatología del Espacio Vivido según Ludwig Binswanger: una Introducción Jeanine Chamond Resumo: Este artigo tem como objetivo introduzir a questão do espaço vivido na psicopatologia fenomenológica de Ludwig Binswager, apresentando o conceito de direção de sentido.
Este conceito dá conta de uma experiência ontológica da espacialidade na análise da Presença humana.
Mostra que a existência se desenvolve em um espaço-tempo orientado, significante e phatico, tensionado entre as dimensões antagônicas do alto e do baixo, da esquerda e da direita, da frente e do atrás, do perto e do longe etc.
O privilégio antropológico da altura se impõe ao homem como necessidade de se realizar em sua existência encontrando sua altura própria, proporcionada pela largura de sua experiência dos outros homens e do mundo. Palavras-chave: Fenomenologia; Espaço...





Documentos relacionados