Editorial Reportar como inadecuado




Editorial - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies 2011, XVII 1

Autor: Adriano Furtado Holanda

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=357735615001


Introducción



Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies ISSN: 1809-6867 revista@itgt.com.br Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Brasil Furtado Holanda, Adriano EDITORIAL Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies, vol.
XVII, núm.
1, enero-junio, 2011, p. ix Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Goiânia, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=357735615001 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Editorial ix álogos em diferentes contextos: como a clínica, com o artigo de Cinthia Vieira Möller (ITGT-GO) e de Celana Cardoso Andrade (UFG), A Sexualidade Feminina pela Perspectiva da Gestalt-Terapia: Uma Pesquisa QualitativaFenomenológica; a saúde, com o texto de Bruna Gonçalves Campos, Tatiana Bruno de Toledo e Nilton Júlio de Faria (todos da PUC-Campinas), Clínica Gestáltica Infantil e Integralidade em uma Unidade Básica de Saúde ou o artigo de Rafaella Brito e Silva (PUC-SP) e Carolina Brum Faria Boaventura (IGTB), Psico-Oncologia e GestaltTerapia: Uma Comunicação Possível e Necessária; ou ainda novos diálogos epistêmicos, como os artigos de Giovana Reis Mesquita (UFBA), intitulado O Aqui-eAgora na Gestalt-Terapia: Um Diálogo com a Sociologia da Contemporaneidade; e o texto de Érico Douglas Vieira (UFG) e Luc Vandenberghe (PUC-Goiás), que faz Reflexões sobre Gestalt-Terapia e Psicodrama a Partir do Movimento de Integração em Psicoterapia. Findamos este número com a apresentação da tradução do primeiro capítulo do importante livro de Eugène Minkowski – O Tempo Vivido – que, esperamos, possa abrir novos caminhos para a discussão da psicopatologia fenômeno-estrutural em nosso país. Agrade...





Documentos relacionados