O cuidado como amor em heidegger Reportar como inadecuado




O cuidado como amor em heidegger - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies 2011, XVII 2

Autor: Marcos Aurélio Fernandes

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=357735515007


Introducción



Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies ISSN: 1809-6867 revista@itgt.com.br Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Brasil Fernandes, Marcos Aurélio O CUIDADO COMO AMOR EM HEIDEGGER Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies, vol.
XVII, núm.
2, diciembre, 2011, pp. 158-171 Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Goiânia, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=357735515007 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Marcos A.
Fernandes O CUIDADO COMO AMOR EM HEIDEGGER Care like Love in Heidegger’s Thought Cuidado como Amor en Heidegger M ARCOS AURÉLIO FERNANDES Resumo: O presente artigo procura compreender uma indicação dada por Heidegger a Medard Boss, segundo a qual “Sorge” (cura, cuidado) não pode ser diferenciada em contraposição ao amor, como fizera Binswanger, por ser o nome para a constituição extático-temporal do traço fundamental da presença (Dasein), ou seja, da compreensão do ser.
O artigo analisa cada momento desta indicação e busca compreender em que sentido cuidado é, ontologicamente, o mesmo que amor. Palavras-chave: Cuidado.
Amor.
Temporalidade.
Presença.
Ser. Abstract: This article seeks to understand a statement given by Heidegger to Medard Boss, according to which “Sorge” (cure, care) can not be differentiated as opposed to love, as had Binswanger, because it is the name for the constitution ecstatic and temporal of the fundamental trace of presence (Dasein), or, the understanding of being.
The article analyzes every moment of this statement and seeks to understand the sense in which care is ontologically the same as love. Keywords: Care.
Love. Temporality. Presence. ...





Documentos relacionados