Regulação como transformação cultural: o -papel educacional- da política concorrencial brasileira Reportar como inadecuado




Regulação como transformação cultural: o -papel educacional- da política concorrencial brasileira - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista Direito e Práxis 2016, 7 4

Autor: Gustavo Onto

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=350950139021


Introducción



Revista Direito e Práxis E-ISSN: 2179-8966 direitoepraxis@gmail.com Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Onto, Gustavo Regulação como Transformação Cultural: o “papel educacional” da política concorrencial brasileira Revista Direito e Práxis, vol.
7, núm.
4, 2016, pp.
690-715 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=350950139021 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 690 Regulação como transformação cultural: o “papel educacional” da política concorrencial brasileira Regulation as cultural transformation: the -educational role- of Brazilian competition policy Gustavo Onto Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. E-mail: gustavo.onto@gmail.com. Artigo recebido e aceito em novembro de 2016. Rio de Janeiro, Vol. 07, N. 16, 2016, p. 690-715. Gustavo Onto DOI 10.12957-dep.2016.26507| ISSN: 2179-8966 691 Resumo Este artigo, baseado em uma pesquisa genealógica sobre o desenvolvimento da política de defesa da concorrência brasileira e do órgão governamental que a implementa – o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) –, descreve e reflete sobre as aspirações de transformação cultural que emergiram na burocracia estatal nos anos 1990. Utilizando como material empírico relatórios anuais produzidos pelo órgão antitruste brasileiro e artigos produzidos por especialistas do campo, problematiza-se o chamado “papel educativo” da politica de defesa da concorrência no Brasil – isto é, sua missão de “disseminação da...





Documentos relacionados