Jürgen habermas, modernidade e democracia deliberativa Reportar como inadecuado




Jürgen habermas, modernidade e democracia deliberativa - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Caderno CRH 2006, 19 48

Autor: Denise Vitale

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=347632170013


Introducción



Caderno CRH ISSN: 0103-4979 revcrh@ufba.br Universidade Federal da Bahia Brasil Vitale, Denise JÜRGEN HABERMAS, MODERNIDADE E DEMOCRACIA DELIBERATIVA Caderno CRH, vol.
19, núm.
48, septiembre-diciembre, 2006, pp.
551-561 Universidade Federal da Bahia Salvador, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=347632170013 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Denise Vitale O objetivo deste artigo é explorar as possibilidades e os limites do modelo da democracia deliberativa, a partir da construção teórica de um de seus principais autores, Jürgen Habermas.
Embora o debate sobre o conceito de democracia deliberativa tenha recebido diversas contribuições, que dialogam criticamente com a formulação inicial de Habermas, não abordaremos aqui o conjunto dessas críticas, o que mereceria um outro artigo. As análises que se seguem têm como foco a proposta habermasiana para uma política deliberativa e a indicação de alguns de seus limites, particularmente referentes à relação entre democracia e desigualdades e à fundamentação dos direitos sociais e econômicos. O PAPEL DA DEMOCRACIA NO PROJETO MODERNO A questão da democracia assume posição central no pensamento de Habermas.
O ponto de partida do autor é dado pela idéia de um projeto incompleto da modernidade.
Contrário à tese que considera a modernidade um período já esgotado – e então substituído pela chamada pós-modernidade –, Habermas identifica sérios limites no conceito de Razão adotado nos últimos séculos, que teriam obstruído a implementação do projeto emancipador anunciado pelo Iluminismo.
A crise da razão estaria fundada numa recorrência estrita e numa compreensão incorreta do conceito de razão.
O rompimen...





Documentos relacionados