Geografia e relações internacionais: globalização, territórios e redes na perspectiva da escola geográfica francesa Reportar como inadecuado




Geografia e relações internacionais: globalização, territórios e redes na perspectiva da escola geográfica francesa - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Caderno CRH 2006, 19 48

Autor: Marie-Françoise Durand

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=347632170005


Introducción



Caderno CRH ISSN: 0103-4979 revcrh@ufba.br Universidade Federal da Bahia Brasil Durand, Marie-Françoise GEOGRAFIA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS: globalização, territórios e redes na perspectiva da escola geográfica francesa Caderno CRH, vol.
19, núm.
48, septiembre-diciembre, 2006, pp.
431-444 Universidade Federal da Bahia Salvador, Brasil Disponible en: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=347632170005 Cómo citar el artículo Número completo Más información del artículo Página de la revista en redalyc.org Sistema de Información Científica Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Proyecto académico sin fines de lucro, desarrollado bajo la iniciativa de acceso abierto Marie-Françoise Durand DOSSIÊ GEOGRAFIA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS: globalização, territórios e redes na perspectiva da escola geográfica francesa INTRODUÇÃO A Escola geográfica francesa irradiou-se amplamente desde seu nascimento, no final do século XIX, até os anos 1960.
Neste momento, sua obsolescência começa a se manifestar e resulta, em seguida, numa profunda crise de natureza teórica. É bem verdade que um trabalho epistemológico importante vem sendo desenvolvido há trinta anos, fazendo da geografia uma ciência social que tem como objeto o conhecimento da produção e da organização do espaço.
No entanto, seu campo de pesquisa é alvo de um importante processo de fragmentação, do que resulta que somente tardia e parcialmente a geografia vem se interessando pelas questões trazidas pelos processos de globalização.
É importante ressaltar, porém, que conhecimentos, atualizados ou obsoletos, bem como representações mentais geográficas, são partes integrantes das visões (mais ou menos conscientes) de um mundo globalizado de outras ciências sociais, bem como das projeções de atores estatais ou não-estatais da globalização contemporânea.
Assim, o debate emergente e bastante produ- tivo entre a geografia, ...





Documentos relacionados