Resenha -orientação estética e sociedade: uma conexão a explorar- de candido antonio Reportar como inadecuado




Resenha -orientação estética e sociedade: uma conexão a explorar- de candido antonio - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Sociedade e Estado 2007, 22 1

Autor: Bruno Moretti

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=339930888008


Introducción



Sociedade e Estado ISSN: 0102-6992 revistasol@unb.br Universidade de Brasília Brasil Moretti, Bruno Resenha -Orientação estética e sociedade: uma conexão a explorar- de Candido Antonio Sociedade e Estado, vol.
22, núm.
1, enero-abril, 2007, pp.
189-193 Universidade de Brasília Brasília, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=339930888008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Orientação estética e sociedade: uma conexão a explorar 189 Orientação estética e sociedade: uma conexão a explorar Bruno Moretti* CANDIDO, Antonio.
Literatura e sociedade.
Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2006.
202 p. Em 2006, foi relançado o livro Literatura e sociedade, de Antonio Candido, publicado originalmente em 1965, sendo de fundamental interesse a qualquer estudioso da literatura brasileira. A relação entre literatura e sociedade é o tema do qual resulta a unidade do conjunto de ensaios que compõem o livro, dividido em duas partes: a primeira procura, de um ponto de vista geral, estabelecer os pressupostos da investigação da relação entre a obra de arte (especialmente, a literatura) e os fatores sociais; a outra lida com esta mesma relação, remetendo, entretanto, sob vários aspectos, à experiência social brasileira. Vale tecer breves comentários sobre as duas partes, iniciandose pela primeira.
Neste caso, há conclusões fundamentais a estudiosos da crítica literária (ou simplesmente crítica, como prefere o autor) e da Sociologia da Literatura.
A tese mais profícua se refere à irredutibilidade da obra a seus condicionamentos externos, questão ainda hoje tão debatida na Sociologia.
Candido aborda o tema, na verdade, de modo a superar a dicotomia entre uma leitura externa (que...





Documentos relacionados