Experiências primárias e descontinuidades da recordação: notas a partir de um texto de reinhart koselleck Reportar como inadecuado




Experiências primárias e descontinuidades da recordação: notas a partir de um texto de reinhart koselleck - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista Tempo e Argumento 2016, 8 19

Autor: Douglas Attila Marcelino

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=338149856014


Introducción



Revista Tempo e Argumento E-ISSN: 2175-1803 tempoeargumento@gmail.com Universidade do Estado de Santa Catarina Brasil Attila Marcelino, Douglas Experiências primárias e descontinuidades da recordação: notas a partir de um texto de Reinhart Koselleck Revista Tempo e Argumento, vol.
8, núm.
19, septiembre-diciembre, 2016, pp.
338-373 Universidade do Estado de Santa Catarina Florianópolis, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=338149856014 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto e-ISSN 2175-1803 Experiências primárias e descontinuidades da recordação: notas a partir de um texto de Reinhart Koselleck1 Resumo Este artigo tem como ponto de partida um texto de Reinhart Koselleck sobre o tema da memória, que analisa supostas descontinuidades entre as experiências primárias e as formas secundárias de recordação.
Embora seja um texto específico e não se pretenda compreender as afirmações nele contidas como fundamentos de um suposto pensamento do autor em sua unidade, são indicadas algumas possíveis relações com teses presentes em outras de suas obras.
Em seguida, algumas de suas formulações são trazidas para o plano mais estritamente epistemológico e confrontadas com teses de autores como Aleida Assmann, Joël Candau, Hannah Arendt e Paul Ricoeur.
O objetivo, nesse caso, é apenas o de mapear alguns problemas considerados relevantes quando tratamos das relações entre história, memória, verdade e justiça, sem qualquer pretensão de solucioná-los. Douglas Attila Marcelino Doutor em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ.
Professor Adjunto II da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Brasil douglasattila@gmail.com Palavras-chave: KOSELLECK, Re...





Documentos relacionados