Mobilidade pendular e a dispersão espacial da população: evidências com base nos fluxos com destino às principais metrópoles brasileiras Reportar como inadecuado




Mobilidade pendular e a dispersão espacial da população: evidências com base nos fluxos com destino às principais metrópoles brasileiras - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Caderno de Geografia 2016, 26 45

Autor: Carlos Lobo

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=333243260018


Introducción



Caderno de Geografia ISSN: 0103-8427 cadernodegeografia@pucminas.br Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Brasil Lobo, Carlos Mobilidade pendular e a dispersão espacial da população: evidências com base nos fluxos com destino às principais metrópoles brasileiras Caderno de Geografia, vol.
26, núm.
45, 2016, pp.
285-298 Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Belo Horizonte, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=333243260018 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ISSN 2318-2962 Caderno de Geografia, v.26, n.45, 2016 Mobilidade pendular e a dispersão espacial da população: evidências com base nos fluxos com destino às principais metrópoles brasileiras1 Commuting and spatial dispersion of population: evidence based on the flow to Brazilian major urban centers Carlos Lobo Doutor em Geografia.
Professor Adjunto do Departamento e dos Programas de Pós-Graduação em Geografia e Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais do IGC-UFMG. E-mail: carlosfflobo@gmail.com.br Artigo recebido para revisão em 10-10-2015 e aceito para publicação em 15-11-2015 Resumo As grandes cidades brasileiras, sobretudo aquelas que experimentaram rápido crescimento demográfico a partir de meados do século passado, vêm apresentando sinais de queda no poder de atração populacional e dispersão espacial da população, notadamente para suas periferias imediatas, o que caracteriza uma ampliação no nível de comutação metropolitana.
Esse artigo busca avaliar a magnitude atual e as principais características da denominada mobilidade pendular, identificadas pelos deslocamentos diários da população residente nos municípios de cada Unidade da Federação que trabalha ou estuda n...





Documentos relacionados