Condições de saúde de idosos jovens e velhos Reportar como inadecuado




Condições de saúde de idosos jovens e velhos - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Rozeli Santos de Jesus ; Carla Silvana de Oliveira e Silva ; Lucinéia de Pinho ;Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste 2016, 17 1

Autor: Cibelle Barbosa Reis

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=324044160016


Introducción



Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste ISSN: 1517-3852 rene@ufc.br Universidade Federal do Ceará Brasil Barbosa Reis, Cibelle; Santos de Jesus, Rozeli; de Oliveira e Silva, Carla Silvana; de Pinho, Lucinéia Condições de saúde de idosos jovens e velhos Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, vol.
17, núm.
1, enero-febrero, 2016, pp. 120-127 Universidade Federal do Ceará Fortaleza, Brasil Disponible en: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=324044160016 Cómo citar el artículo Número completo Más información del artículo Página de la revista en redalyc.org Sistema de Información Científica Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Proyecto académico sin fines de lucro, desarrollado bajo la iniciativa de acceso abierto Artigo Original DOI: 10.15253-2175-6783.2016000100016 www.revistarene.ufc.br Condições de saúde de idosos jovens e velhos Health conditions of young and old elderly Cibelle Barbosa Reis1, Rozeli Santos de Jesus1, Carla Silvana de Oliveira e Silva1,2, Lucinéia de Pinho1,2 Objetivo: avaliar os idosos quanto ao perfil socioeconômico e condições de saúde nas faixas etárias de 60 a 75 anos de idade (idosos “jovens”) e acima de 76 anos (idosos “velhos”).
Métodos: estudo transversal de base domiciliar.
Coletaram-se os dados aplicando-se um questionário baseado no modelo desenvolvido pelo Older Americans Resources and Services.
Resultados: participaram do estudo 118 idosos, sendo 68,6% “jovens”, 58,0% analfabetos, 85,2% com renda inferior a dois salários mínimos e 70,4% com pele não branca.
Os idosos “velhos” tiveram maior proporção de perda do companheiro (p=0,002), doenças crônicas não transmissíveis (p=0,023) e dependência para realização de atividades de vida diária (p=0,036).
Ambas faixas etárias tinham baixa atividade física, excesso de consumo de medicamentos e problemas de mastigação.
Conclusão: o modelo de saúde voltado a idosos não deve se ...





Documentos relacionados