Rede de apoio e apoio social às crianças com necessidades especiais de saúde Reportar como inadecuado




Rede de apoio e apoio social às crianças com necessidades especiais de saúde - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Kamilla Milione Nogueira Reis ; Gabriela de Oliveira Lomba ; Gabriela Vilaça Alves ; Patrícia Pinto Braga ;Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste 2016, 17 1

Autor: Thaís Araújo Barbosa

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=324044160009


Introducción



Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste ISSN: 1517-3852 rene@ufc.br Universidade Federal do Ceará Brasil Araújo Barbosa, Thaís; Nogueira Reis, Kamilla Milione; de Oliveira Lomba, Gabriela; Vilaça Alves, Gabriela; Pinto Braga, Patrícia Rede de apoio e apoio social às crianças com necessidades especiais de saúde Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, vol.
17, núm.
1, enero-febrero, 2016, pp. 60-66 Universidade Federal do Ceará Fortaleza, Brasil Disponible en: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=324044160009 Cómo citar el artículo Número completo Más información del artículo Página de la revista en redalyc.org Sistema de Información Científica Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Proyecto académico sin fines de lucro, desarrollado bajo la iniciativa de acceso abierto DOI: 10.15253-2175-6783.2016000100009 www.revistarene.ufc.br Artigo Original Rede de apoio e apoio social às crianças com necessidades especiais de saúde Support network and social support for children with special health care need Thaís Araújo Barbosa1, Kamilla Milione Nogueira Reis1, Gabriela de Oliveira Lomba1, Gabriela Vilaça Alves1, Patrícia Pinto Braga2 Objetivo: compreender e identificar a rede de apoio e social sob a ótica das famílias de crianças com condições crônicas.
Métodos: estudo qualitativo, com análise de conteúdo de 134 prontuários, seguido por 10 entrevistas semiestruturadas.
Resultados: a análise permitiu revelar que o cuidador principal, a mãe, participa de uma rede de apoio restrita, somente com a ajuda do marido, filhos, avós e padrinhos da criança.
Também contam com uma rede social, através de uma equipe multiprofissional, que em alguns casos não é resolutiva.
Conclusão: as famílias possuem rede de apoio deficiente e restrita e para a demanda de cuidados contam apenas com o apoio do marido, avós, filhos e padrinhos.
A rede social refere-se às instituições filantrópicas, enqu...





Documentos relacionados