Formação de professores para o ensino de primeiras letras na zona rural. brasil, final do século xix Reportar como inadecuado




Formação de professores para o ensino de primeiras letras na zona rural. brasil, final do século xix - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista História da Educação 2008, 12 24

Autor: Flávia Obino Corrêa Werle

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=321627130006


Introducción



Revista História da Educação ISSN: 1414-3518 rhe.asphe@gmail.com Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Brasil Corrêa Werle, Flávia Obino FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA O ENSINO DE PRIMEIRAS LETRAS NA ZONA RURAL. BRASIL, FINAL DO SÉCULO XIX Revista História da Educação, vol.
12, núm.
24, enero-abril, 2008, pp.
121-153 Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Rio Grande do Sul, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=321627130006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA O ENSINO DE PRIMEIRAS LETRAS NA ZONA RURAL.
BRASIL, FINAL DO SÉCULO XIX Flávia Obino Corrêa Werle Resumo Gênese da formação de professores de primeiras letras, problematizando a predominância de um perfil para a zona urbana frente ao requerido para zonas rurais, identificando uma dimensão não pronunciada na política educacional de estímulo a escolas urbanistas e esquecimento das voltadas para a ruralização das populações.
Inicia discutindo, estratégias de formação, de orientação empirista e pragmática, que conduziram à instauração de adjuntos que se profissionalizavam ajudando docentes com experiência em escolas de primeiras letras urbanas tornando-se portanto capazes para atuar nestas escolas, mesmo que assumissem posteriormente escolas de entrâncias mais afastadas.
Analisa a composição curricular do curso de formação de professores de diferentes províncias destacando que, apenas em alguns casos, eram incluídos temas relacionados ao trabalho do homem do campo, os quais eram transformados em conhecimento escolar numa restrita função metodológica, mas com nítida prevalência de estudos prope...





Documentos relacionados