Suportes, instrumentos e textos de alunos e professores em minas gerais: indicações sobre usos da cultura escrita nas escolas no final do século xix e início do século xx Reportar como inadecuado




Suportes, instrumentos e textos de alunos e professores em minas gerais: indicações sobre usos da cultura escrita nas escolas no final do século xix e início do século xx - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista História da Educação 2009, 13 29

Autor: Isabel Cristina Alves da Silva Frade

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=321627136003


Introducción



Revista História da Educação ISSN: 1414-3518 rhe.asphe@gmail.com Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Brasil Alves da Silva Frade, Isabel Cristina SUPORTES, INSTRUMENTOS E TEXTOS DE ALUNOS E PROFESSORES EM MINAS GERAIS: INDICAÇÕES SOBRE USOS DA CULTURA ESCRITA NAS ESCOLAS NO FINAL DO SÉCULO XIX E INÍCIO DO SÉCULO XX Revista História da Educação, vol.
13, núm.
29, septiembre-diciembre, 2009, pp.
29-55 Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Rio Grande do Sul, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=321627136003 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto SUPORTES, INSTRUMENTOS E TEXTOS DE ALUNOS E PROFESSORES EM MINAS GERAIS: INDICAÇÕES SOBRE USOS DA CULTURA ESCRITA NAS ESCOLAS NO FINAL DO SÉCULO XIX E INÍCIO DO SÉCULO XX Isabel Cristina Alves da Silva Frade Resumo O artigo repertoria materiais relacionados à cultura escrita nas escolas e aborda a relação entre a cultura material e possíveis usos da escrita por professores e alunos da província de Minas Gerais, no final do século XIX e início do século XX.
A pesquisa supõe que há relações entre materialidades existentes na produção, circulação e distribuição dos instrumentos e suportes e a escolarização da escrita. As fontes utilizadas são correspondências trocadas no período de 1883 a 1930 que se referem a pedidos de instrumentos de escrita e de suportes, alguns mapas produzidos por professores, catálogos do Centro de Referência do Professor e estudos sobre a História da Educação em Minas Gerais.
Os dados permitem explorar duas vias de análise: indícios da escrita burocrática e institucional produzida por professores e as possíveis ...





Documentos relacionados