A grande fábrica produtora dos -caras de vinagre- Reportar como inadecuado




A grande fábrica produtora dos -caras de vinagre- - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Textos & Contextos Porto Alegre 2015, 14 2

Autor: JANE CRUZ PRATES

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=321543546001


Introducción



Textos & Contextos (Porto Alegre) E-ISSN: 1677-9509 textos@pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Brasil CRUZ PRATES, JANE A Grande Fábrica Produtora dos “Caras de Vinagre” Textos & Contextos (Porto Alegre), vol.
14, núm.
2, agosto-diciembre, 2015, pp.
215-222 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=321543546001 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.15448-1677-9509.2015.1.22752 A Grande Fábrica Produtora dos “Caras de Vinagre” The Large Factory Production “Vinegar Faces” JANE CRUZ PRATES*  No cotidiano, diz Lefebvre (1991), se expressam a decadência e a fecundidade, a miséria e a riqueza, a dualidade que articula em uma unidade, o conformismo e a atividade criadora e revolucionária. Contudo, atualmente parece predominar o desencanto e a perplexidade, afinal vivemos um momento de crise financeira internacional cujas estratégias terminam por proteger o capital financeiro e penalizar o emprego e o consumo, com impactos significativos na seguridade social e na vida da classe trabalhadora que depende de políticas sociais para manutenção das suas condições materiais de existência. Mészaros (2006, p.
242) afirma que “certos fenômenos sócio-históricos específicos do capitalismo moderno são inflados até as proporções cósmicas de uma ontologia irracional, atemporal e metafísica”.
No caso brasileiro, a sensação de derrota tem provocado um imobilismo que acentua a crise política de modo irresponsável, agravando a crise econômica, como destaca nota recente divulgada pela Confederação Nacional de Bispos Brasileiros CNBB (2015).
Valendo-se das palavras d...





Documentos relacionados