Adesão ao tratamento de idosos com hipertensão em uma unidade básica de saúde de joão pessoa, estado da paraíba Report as inadecuate




Adesão ao tratamento de idosos com hipertensão em uma unidade básica de saúde de joão pessoa, estado da paraíba - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Kátia Nêyla de Freitas Macêdo-Costa ; Jacira dos Santos Oliveira ; Oriana Deyze Correia Paiva Leadebal ; Grazielle Roberta Freitas da Silva ;Acta Scientiarum. Health Sciences 2011, 33 1

Author: Cinthia Souto Dourado

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=307226628005


Teaser



Acta Scientiarum.
Health Sciences ISSN: 1679-9291 eduem@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Souto Dourado, Cinthia; de Freitas Macêdo-Costa, Kátia Nêyla; dos Santos Oliveira, Jacira; Correia Paiva Leadebal, Oriana Deyze; Freitas da Silva, Grazielle Roberta Adesão ao tratamento de idosos com hipertensão em uma unidade básica de saúde de João Pessoa, Estado da Paraíba Acta Scientiarum.
Health Sciences, vol.
33, núm.
1, 2011, pp.
9-18 Universidade Estadual de Maringá Maringá, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=307226628005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.4025-actascihealthsci.v33i1.7708 Adesão ao tratamento de idosos com hipertensão em uma unidade básica de saúde de João Pessoa, Estado da Paraíba Cinthia Souto Dourado1, Kátia Nêyla de Freitas Macêdo-Costa1, Jacira dos Santos Oliveira1, Oriana Deyze Correia Paiva Leadebal1 e Grazielle Roberta Freitas da Silva2* 1 2 Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Paraíba, Brasil.
Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, 64049-550, Teresina, Piauí, Brasil.
*Autor para correspondência.
E-mail: grazielle_roberta@yahoo.com.br RESUMO.
A principal estratégia para evitar as complicações da hipertensão baseia-se nos tratamento medicamentoso e não medicamentoso.
Porém o êxito ou fracasso terapêutico depende da adesão que, por sua vez, consiste no principal desafio.
Por este motivo objetivou-se analisar a adesão ao tratamento medicamentoso e não medicamentoso por idosos hipertensos. Trata-se de um estudo descritivo, com 25 pacientes acima de 60 anos de idade, atendidos por uma unidade de básica de saúde em 2008, na cidade de João Pessoa, Estado da P...





Related documents