Violência doméstica infantil: abordagem da enfermagem Report as inadecuate




Violência doméstica infantil: abordagem da enfermagem - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Maria da Graça Corso da Motta ;Acta Scientiarum. Health Sciences 2012, 34 1

Author: Fernanda Lise

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=307226630008


Teaser



Acta Scientiarum.
Health Sciences ISSN: 1679-9291 eduem@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Lise, Fernanda; Corso da Motta, Maria da Graça Violência doméstica infantil: abordagem da enfermagem Acta Scientiarum.
Health Sciences, vol.
34, núm.
1, enero-junio, 2012, pp.
53-58 Universidade Estadual de Maringá Maringá, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=307226630008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Acta Scientiarum http:--www.uem.br-acta ISSN printed: 1679-9291 ISSN on-line: 1807-8648 Doi: 10.4025-actascihealthsci.v34i1.9268 Violência doméstica infantil: abordagem da enfermagem Fernanda Lise1* e Maria da Graça Corso da Motta2 1 Programa de Pós-graduação em Enfermagem Pediátrica, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Av.
Paulo Gama, 110, 90040-060, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
2Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
*Autor para correspondência.
E-mail: fernandalise@pop.com.br RESUMO.
Este estudo visa aprofundar a discussão sobre a violência doméstica contra crianças e adolescentes.
Trata-se de uma revisão sistemática da literatura na perspectiva de caracterizar a produção do conhecimento e identificar os fatores de vulnerabilidade para maus-tratos infantis, bem como conhecer quais são as estratégias utilizadas pelo enfermeiro (a) na consulta de Enfermagem à família em situação de violência infantil.
Através da bibliografia consultada, verificou-se que crianças e adolescentes do sexo feminino são submetidas a situações de violência com maior freqüência quando comparadas as do sexo masculino; elas ainda apresentam maior risco para o infanticídio, abuso sexual, violência física e nu...





Related documents