Qualidade de vida do idoso fragilizado e institucionalizado Reportar como inadecuado




Qualidade de vida do idoso fragilizado e institucionalizado - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Jéssica de Lima Paulino ; Maria Eliana Peixoto Bessa ; Cíntia Lira Borges ; Saul Filipe Pedrosa Leite ;Acta Paulista de Enfermagem 2015, 28 4

Autor: Lucélia Malaquias Cordeiro

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=307040999012


Introducción



Acta Paulista de Enfermagem ISSN: 0103-2100 ape@unifesp.br Escola Paulista de Enfermagem Brasil Malaquias Cordeiro, Lucélia; de Lima Paulino, Jéssica; Peixoto Bessa, Maria Eliana; Lira Borges, Cíntia; Pedrosa Leite, Saul Filipe Qualidade de vida do idoso fragilizado e institucionalizado Acta Paulista de Enfermagem, vol.
28, núm.
4, julio-agosto, 2015, pp.
361-366 Escola Paulista de Enfermagem São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=307040999012 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Artigo Original Qualidade de vida do idoso fragilizado e institucionalizado Quality of life of frail and institutionalized elderly Lucélia Malaquias Cordeiro1 Jéssica de Lima Paulino1 Maria Eliana Peixoto Bessa1 Cíntia Lira Borges2 Saul Filipe Pedrosa Leite1 Descritores Cuidados de enfermagem; Instituições de cuidados especializados de enfermagem; Enfermagem geriatrica; Qualidade de vida; Idoso fragilizado Keywords Nursing care; Skilled nursing facilities; Nursing geriatric; Quality of life; Frail elderly Submetido 18 de Fevereiro de 2015 Aceito 4 de Março de 2015 Resumo Objetivo: Avaliar a qualidade de vida de idosos frágeis institucionalizados. Métodos: Estudo transversal com a inclusão de 33 idosos frágeis e pré-frágeis, classificados a partir da Escala de Fragilidade de Edmonton.
Foram aplicados: um instrumento para caracterização dos aspectos sociodemográficos e o instrumento World Health Organization Quality of Life for Older Persons para avaliação da qualidade de vida. Resultados: Houve predomínio do sexo feminino (54,5%) e a média de idade foi de 76,8 anos (±9,3). Observou-se associação significativa entre a qualidade de vida e todas suas facetas, e houve forte relação...





Documentos relacionados