A relação histórica entre trabalho e educação: o caso do training within industry twi e a reestruturação produtiva Reportar como inadecuado




A relação histórica entre trabalho e educação: o caso do training within industry twi e a reestruturação produtiva - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

DiálogosRevista do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História 2012, 16 1

Autor: Rafael Rodrigo Mueller 6555

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=305526883012


Introducción



Diálogos - Revista do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História ISSN: 1415-9945 rev-dialogos@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Mueller, Rafael Rodrigo A Relação Histórica Entre Trabalho e Educação: O Caso do Training Within Industry (TWI) e a Reestruturação Produtiva Diálogos - Revista do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História, vol. 16, núm.
1, enero-abril, 2012, pp.
257-280 Universidade Estadual de Maringá Maringá, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=305526883012 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Diálogos, v.
16, n.1, p.
257-280, jan.-abr.-2012. DOI 10.4025-dialogos.v16i1.553 A Relação Histórica Entre Trabalho e Educação: O Caso do Training Within Industry (TWI) e a Reestruturação Produtiva* Rafael Rodrigo Mueller** Resumo.
O objetivo do artigo é analisar as tecnologias gerenciais e sua relação histórica com a Educação.
Para tanto, torna-se imprescindível verificarmos os métodos e as técnicas de treinamento desenvolvidos nos Estados Unidos por Charles Allen, em 1919, que foram intensificados a partir do que ficou conhecido como “Treinamento dentro da Indústria” ou Training Within Industry (TWI), em 1940, e evoluíram, após a Segunda Guerra Mundial, e o que se caracterizou como “Gerenciamento Japonês”, quando finalmente fundamentaram-se como um elemento-chave do “Sistema Toyota de Produção” (STP).
Para tanto, nos apoiamos epistemologicamente no método materialista histórico no intuito de apreender as contradições envolvidas no processo de desenvolvimento do objeto, e utilizando como procedimento metodológico a revisão bibliográfica, considerando os principais...





Documentos relacionados