Armazenamento refrigerado de laranjas cv. navelina em diferentes concentrações de cera à base de carnaúba Report as inadecuate




Armazenamento refrigerado de laranjas cv. navelina em diferentes concentrações de cera à base de carnaúba - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Rufino Fernando Flores Cantillano ; Rosa de Oliveira Treptow ;Acta Scientiarum. Agronomy 2007, 29 1

Author: Marcelo Barbosa Malgarim

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=303026572014


Teaser



Acta Scientiarum.
Agronomy ISSN: 1679-9275 eduem@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Barbosa Malgarim, Marcelo; Flores Cantillano, Rufino Fernando; de Oliveira Treptow, Rosa Armazenamento refrigerado de laranjas cv.
Navelina em diferentes concentrações de cera à base de carnaúba Acta Scientiarum.
Agronomy, vol.
29, núm.
1, 2007, pp.
99-105 Universidade Estadual de Maringá Maringá, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=303026572014 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Armazenamento refrigerado de laranjas cv.
Navelina em diferentes concentrações de cera à base de carnaúba Marcelo Barbosa Malgarim1*, Rufino Fernando Flores Cantillano2 e Rosa de Oliveira Treptow3 1 Programa de Pós-graduação em Fruticultura de Clima Temperado, Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas, Rua Félix da Cunha, 814-101, 96010-000, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.
2Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Área de Clima Temperado, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.
3Departamento de Ciências dos Alimentos, Faculdade de Ciências Domésticas, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.
*Autor para correspondência.
E-mail: malgarim@ufpel.tche.br RESUMO.
Objetiva-se com este trabalho avaliar os efeitos de concentrações de cera de carnaúba e períodos de armazenamento na conservação de laranjas Navelina.
Após a colheita, as frutas foram pré-resfriadas durante 12 horas a 3ºC e receberam os tratamentos: T1) frutas sem aplicação de cera (testemunha); T2) cera de carnaúba a 50%, diluída em água; T3) cera a 100% (sem diluição).
As laranjas foram armazenadas durante 30, 60 e 90 dias em temperatura de 3ºC e UR de 90-95%.
Após ...





Related documents