O ensino de frações via resolução de problemas na formação de futuras professoras de pedagogia Reportar como inadecuado




O ensino de frações via resolução de problemas na formação de futuras professoras de pedagogia - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Boletim de Educação Matemática 2015, 29 52

Autor: Marcelo Carlos de Proença

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=291241073016


Introducción



Boletim de Educação Matemática ISSN: 0103-636X bolema@rc.unesp.br Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Brasil de Proença, Marcelo Carlos O ensino de frações via resolução de problemas na formação de futuras professoras de pedagogia Boletim de Educação Matemática, vol.
29, núm.
52, agosto, 2015, pp.
729-755 Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Rio Claro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=291241073016 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ISSN 1980-4415 DOI: http:--dx.doi.org-10.1590-1980-4415v29n52a15 O ensino de frações via resolução de problemas na formação de futuras professoras de pedagogia The teaching of fractions via problem solving in the formation of future pedagogy of teachers Marcelo Carlos de Proença Resumo Neste artigo, apresentamos uma pesquisa que teve como objetivo favorecer a compreensão do ensino de frações via resolução de problemas a futuras professoras de Pedagogia.
Após uma formação realizada no início da disciplina de Metodologia de Ensino de Matemática, aplicamos uma situação e, ao final da disciplina, outra situação, a 25 licenciandas as quais deveriam apresentar explicações de como conduziriam o ensino de frações na abordagem da resolução de problemas.
Para analisar essas explicações, foram elaboradas quatro categorias, caracterizadas como aspectos de referência no ensino.
Os resultados mostraram que, inicialmente, 36% apresentaram uma condução de aulas que contemplou esses quatro aspectos, sendo que, ao final, essa porcentagem aumentou para apenas 44%.
Além disso, ao final, 40% não propuseram o problema como ponto de partida.
Concluímos que, apesar da formação proporcionad...





Documentos relacionados