A desinfecção como barreira sanitária na prevenção de doenças transmitidas por alimentos dta: sensibilidade de amostras de staphylococcus aureus isoladas em alimentos no ipb-lacen-rs, nos anos de 2002 a 2006, frente ao hipoReportar como inadecuado




A desinfecção como barreira sanitária na prevenção de doenças transmitidas por alimentos dta: sensibilidade de amostras de staphylococcus aureus isoladas em alimentos no ipb-lacen-rs, nos anos de 2002 a 2006, frente ao hipo - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Acta Scientiae Veterinariae 2008, 36 1

Autor: JANE MARI CORRÊA BOTH

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=289021804019


Introducción



Acta Scientiae Veterinariae ISSN: 1678-0345 ActaSciVet@ufrgs.br Universidade Federal do Rio Grande do Sul Brasil CORRÊA BOTH, JANE MARI A desinfecção como barreira sanitária na prevenção de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA): sensibilidade de amostras de Staphylococcus aureus isoladas em alimentos no IPB-LACEN-RS, nos anos de 2002 a 2006, frente ao hipoclorito de sódio Acta Scientiae Veterinariae, vol.
36, núm.
1, 2008, pp.
78-79 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=289021804019 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Acta Scientiae Veterinarie.
36(1): 77-78, 2008. RESUMO DE DISSERTAÇÃO A desinfecção como barreira sanitária na prevenção de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA): sensibilidade de amostras de Staphylococcus aureus isoladas em alimentos no IPB-LACEN-RS, nos anos de 2002 a 2006, frente ao hipoclorito de sódio* JANE MARI CORRÊA BOTH César Augusto Marchionatti Avancini (Orientador - UFRGS) Banca: Claudiomar Soares Brod (UFPEL), Eduardo César Tondo (UFRGS), José Maria Wiest (UFRGS) As doenças transmitidas por alimentos provocam perdas humanas, sociais e econômicas, sendo que, para a prevenção de suas ocorrências, a higienização (limpeza e desinfecção) do ambiente de processamento e manipulação é procedimento de relevante importância.
Para promover a segurança microbiológica dos alimentos, os compostos inorgânicos liberadores de cloro livre estão entre os desinfetantes químicos mais utilizados.
No entanto, as evidências indicam que não há agente químico antimicrobiano frente aos quais os microrganismos não apresentem ou não possam ser selecionados por algum grau de resistênci...





Documentos relacionados