Métodos de estudo em alunos do 1º ano da universidade Reportar como inadecuado




Métodos de estudo em alunos do 1º ano da universidade - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Leandro da Silva Almeida ; Silvia Correia Monteiro ;Psicologia Escolar e Educacional 2005, 9 2

Autor: Rosa Maria Vasconcelos

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=282321816002


Introducción



Psicologia Escolar e Educacional ISSN: 1413-8557 revistaabrapee@yahoo.com.br Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional Brasil Vasconcelos, Rosa Maria; da Silva Almeida, Leandro; Correia Monteiro, Silvia MÉTODOS DE ESTUDO EM ALUNOS DO 1º ANO DA UNIVERSIDADE Psicologia Escolar e Educacional, vol.
9, núm.
2, 2005, pp.
195-202 Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional Paraná, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=282321816002 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Psicologia Escolar e Educacional, 2005 Volume 9 Número 2 195-202 MÉTODOS DE ESTUDO EM ALUNOS DO 1º ANO DA UNIVERSIDADE MÉTODOS DE ESTUDO NA UNIVERSIDADE Rosa Maria Vasconcelos1 Leandro da Silva Almeida2 Silvia Correia Monteiro3 Resumo O artigo analisa os métodos de estudo de uma amostra de alunos do 1º ano de uma Universidade de Portugal, no momento de ingresso na Universidade, maioritariamente de cursos de Engenharia.
Utilizou-se o Inventário de Atitudes e Comportamentos Habituais de Estudo – IACHE, que contempla cinco sub-escalas: enfoque compreensivo; enfoque reprodutivo; percepções pessoais de competência; envolvimento no estudo; e organização das actividades de estudo.
A análise considera a nota de candidatura ao ensino superior e o género.
Os resultados mostram que alunos com melhores classificações ao nível do ensino secundário apresentam pontuações mais altas nos itens reportados a um enfoque mais compreensivo que memorístico no estudo, assim como nos itens que traduzem percepções pessoais mais positivas de competência e de realização académica.
Os alunos do sexo feminino apresentam, ainda, resultados mais elevados nas várias sub-escalas, inferindo-se níveis ...





Documentos relacionados