Erros e equilibração em psicologia genética Reportar como inadecuado




Erros e equilibração em psicologia genética - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Letícia Pires Dias ; Josana Deriz Chagas ; Patrícia dos Santos Nepomoceno ;Psicologia Escolar e Educacional 2011, 15 2

Autor: Sávio Silveira de Queiroz

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=282321817008


Introducción



Psicologia Escolar e Educacional ISSN: 1413-8557 revistaabrapee@yahoo.com.br Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional Brasil Silveira de Queiroz, Sávio; Pires Dias, Letícia; Deriz Chagas, Josana; dos Santos Nepomoceno, Patrícia Erros e equilibração em psicologia genética Psicologia Escolar e Educacional, vol.
15, núm.
2, julio-diciembre, 2011, pp.
263-271 Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional Paraná, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=282321817008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Erros e equilibração em psicologia genética Sávio Silveira de Queiroz Letícia Pires Dias Josana Deriz Chagas Patrícia dos Santos Nepomoceno Resumo Os erros presentes nas tarefas de um sujeito construtor de conhecimento são importantes porque, ao se constituírem como observáveis, favorecem os processos de equilibração.
Para o pesquisador, clínico ou professor, a observação construtivista dos erros pode garantir uma objetividade mínima nos processos de diagnóstico e intervenção.
Nossa intenção neste trabalho de revisão teórica (ilustrado por comentários sobre um estudo de caso) é caracterizar o erro como parte inerente à atividade do sujeito construtor que, quando colocado a solucionar um problema, aproveita-se desse erro para promover a abertura de novos possíveis e, em seguida, dialeticamente, reduzi-los a um único possível, garantindo assim sua condição de necessário.
Tentamos atualizar a caracterização dos erros como parte do processo de aprendizagem e reveladores da lógica infantil, criticando posições que os consideram meramente indícios de incapacidades e dificuldades em resolver tarefas. Palavras-chave: Psicologia Genéti...





Documentos relacionados