Editorial Reportar como inadecuado




Editorial - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Psicologia Escolar e Educacional 2011, 15 2

Autor: Marilda Gonçalves Dias Facci

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=282321817001


Introducción



Psicologia Escolar e Educacional ISSN: 1413-8557 revistaabrapee@yahoo.com.br Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional Brasil Gonçalves Dias Facci, Marilda Editorial Psicologia Escolar e Educacional, vol.
15, núm.
2, julio-diciembre, 2011 Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional Paraná, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=282321817001 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Editorial Participei, no mês de novembro, do XIII Encontro Nacional de Editores Científicos e do IV Seminário Satélite para Editores Plenos, em Gramado-RS.
Em meio às hortênsias – flor característica dessa cidade –, aos enfeites de natal e ao som das canções natalinas, discutimos sobre a integridade e ética na publicação científica.
Nesse evento, uma das palestrantes, Rosario Rogel-Salazar – diretora editorial da RedALyC, México – afirmou que “a ciência que não se vê, não existe”.
Tal comentário propiciou várias reflexões e nos fez pensar nas pesquisas que estão sendo realizadas no âmbito da Psicologia e Educação. Se compreendermos que o curso de Psicologia no Brasil, desde a sua aprovação, está beirando os 50 anos, desde a sua formalização, e que o Psicólogo atua mais diretamente na escola desde 1970, podemos considerar que muitas produções já foram realizadas, no entanto, nem sempre relatadas e publicadas.
Estamos em um período de maturidade, época de refletir sobre o que estamos fazendo e o que estamos produzindo. Rosario, no nosso entender, tem razão.
Se produzimos conhecimentos e não divulgamos, estes parecem não existir ou ficam restritos a um número pequeno de pessoas.
A publicação em periódicos, contrariamente, faz chegar...





Documentos relacionados