Avaliação da atenção ao recém-nascido de risco, na perspectiva de uma política pública de saúde Reportar como inadecuado




Avaliação da atenção ao recém-nascido de risco, na perspectiva de uma política pública de saúde - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Célia Mara Garcia de Lima ; Maria Antonieta de Barros Leite Carvalhaes ; Vera Lúcia Pamplona Tonete ; Cristina Maria Garcia de Lima Parada ;Revista Latino-Americana de Enfermagem 2011, 19 2

Autor: Ana Lúcia Forti Luque

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281421955010


Introducción



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Forti Luque, Ana Lúcia; Garcia de Lima, Célia Mara; de Barros Leite Carvalhaes, Maria Antonieta; Pamplona Tonete, Vera Lúcia; Garcia de Lima Parada, Cristina Maria Avaliação da atenção ao recém-nascido de risco, na perspectiva de uma política pública de saúde Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
19, núm.
2, abril, 2011, pp.
Tela 1-Tela 8 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281421955010 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Rev.
Latino-Am.
Enfermagem Artigo Original 19(2):[08 telas] mar-abr 2011 www.eerp.usp.br-rlae Avaliação da atenção ao recém-nascido de risco, na perspectiva de uma política pública de saúde1 Ana Lúcia Forti Luque2 Célia Mara Garcia de Lima3 Maria Antonieta de Barros Leite Carvalhaes4 Vera Lúcia Pamplona Tonete5 Cristina Maria Garcia de Lima Parada6 Objetivou-se avaliar a atenção à saúde de recém-nascidos de risco, acompanhados no primeiro ano de vida pelo Programa Crescer Feliz, desenvolvido em município do interior paulista. Trata-se de estudo epidemiológico populacional, do tipo avaliação de programa de saúde, que se baseou, para análise dos dados, nas diretrizes nacionais da Agenda de Compromissos da Criança.
Os resultados evidenciaram a vulnerabilidade institucional do programa, decorrente de problemas relacionados à estrutura e processo, com implicações nos resultados.
Considerando a adequação dos critérios adotados pelo programa, para definição dos recém-nascidos de risco e das intervenções e estratégias propostas, que se mostram em consonância com a Agenda de Compromi...





Documentos relacionados