Ser docente de enfermagem, mulher e mãe: desvelando a vivência sob a luz da fenomenologia social Reportar como inadecuado




Ser docente de enfermagem, mulher e mãe: desvelando a vivência sob a luz da fenomenologia social - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Maria Cristina Pinto de Jesus ; Selisvane Ribeiro da Fonseca Domingos ; Deíse Moura de Oliveira ; Patrícia Campos Pavan Baptista ;Revista Latino-Americana de Enfermagem 2011, 19 1

Autor: Miriam Aparecida Barbosa Merighi

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281421953022


Introducción



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Barbosa Merighi, Miriam Aparecida; Pinto de Jesus, Maria Cristina; Ribeiro da Fonseca Domingos, Selisvane; Moura de Oliveira, Deíse; Campos Pavan Baptista, Patrícia Ser docente de enfermagem, mulher e mãe: desvelando a vivência sob a luz da fenomenologia social Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
19, núm.
1, febrero, 2011, pp.
1-8 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281421953022 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Rev.
Latino-Am.
Enfermagem Artigo Original 19(1):[08 telas] jan-fev 2011 www.eerp.usp.br-rlae Ser docente de enfermagem, mulher e mãe: desvelando a vivência sob a luz da fenomenologia social Miriam Aparecida Barbosa Merighi1 Maria Cristina Pinto de Jesus2 Selisvane Ribeiro da Fonseca Domingos3 Deíse Moura de Oliveira4 Patrícia Campos Pavan Baptista5 A trajetória deste estudo voltou-se para a compreensão do ser docente de enfermagem, mulher e mãe ao conciliar a vida profissional, a maternidade e demais atividades do cotidiano. Participaram 11 mulheres, mães, docentes de instituições de ensino superior.
Foi adotada a fenomenologia social para análise.
O contexto de significados foi evidenciado a partir das categorias: dificuldade no desempenho de multiplicidade de atividades; cuidado de si mesma e conciliação dos papéis sociais.
As mulheres priorizam o ser mãe, dispondo de pouco tempo para o cuidado de si mesma; e, embora tenham o desejo de investir na carreira docente, têm a expectativa de ter maior disponibilidade de tempo para o convívio com os filhos e com o companheiro.
O estudo mostrou que os univers...





Documentos relacionados