Vigilância do desenvolvimento infantil: estudo de intervenção com enfermeiros da estratégia saúde da família Reportar como inadecuado




Vigilância do desenvolvimento infantil: estudo de intervenção com enfermeiros da estratégia saúde da família - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Neusa Collet ; Sophie Helena Eickmann ; Marília de Carvalho Lima ;Revista Latino-Americana de Enfermagem 2015, 23 5

Autor: Altamira Pereira da Silva Reichert

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281442225023


Introducción



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Pereira da Silva Reichert, Altamira; Collet, Neusa; Eickmann, Sophie Helena; de Carvalho Lima, Marília Vigilância do desenvolvimento infantil: estudo de intervenção com enfermeiros da Estratégia Saúde da Família Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
23, núm.
5, septiembre-octubre, 2015, pp. 954-962 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281442225023 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 954 Artigo Original Rev.
Latino-Am.
Enfermagem set.-out.
2015;23(5):954-62 DOI: 10.1590-0104-1169.0272.2636 www.eerp.usp.br-rlae Vigilância do desenvolvimento infantil: estudo de intervenção com enfermeiros da Estratégia Saúde da Família1 Altamira Pereira da Silva Reichert2 Neusa Collet2 Sophie Helena Eickmann3 Marília de Carvalho Lima3 Objetivo: avaliar a efetividade de uma ação educativa em vigilância do desenvolvimento infantil, de enfermeiros que atuam na atenção primária à saúde.
Métodos: estudo de intervenção do tipo antes-depois, realizado com 45 enfermeiros e 450 mães de crianças menores de 2 anos. Inicialmente, avaliaram-se as práticas e conhecimentos dos enfermeiros quanto à vigilância do desenvolvimento infantil e entrevistaram-se as mães sobre estas práticas.
Em seguida, realizaram-se oficinas com enfermeiros e após quatro meses reavaliaram-se os conhecimentos dos enfermeiros e as informações maternas.
Resultados: após intervenção houve aumento significativo na frequência dos seguintes aspectos: de 73% para 100%, em relação à prática dos enfermeiros em perguntar a opinião das mães sobre o desenvolviment...





Documentos relacionados