Concentração de sedimentos em suspensão: reservatório de cachoeira dourada - go-mg, brasil Report as inadecuate




Concentração de sedimentos em suspensão: reservatório de cachoeira dourada - go-mg, brasil - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Luiz Alberto Fernandes ; Valter Antonio Becegato ; Sebastião Alves da Silva ;MercatorRevista de Geografia da UFC 2009, 8 16

Author: João Batista Pereira Cabral

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=273620619020


Teaser



Mercator - Revista de Geografia da UFC E-ISSN: 1984-2201 edantas@ufc.br Universidade Federal do Ceará Brasil Pereira Cabral, João Batista; Fernandes, Luiz Alberto; Becegato, Valter Antonio; Alves da Silva, Sebastião CONCENTRAÇÃO DE SEDIMENTOS EM SUSPENSÃO: Reservatório de Cachoeira Dourada GO-MG, Brasil Mercator - Revista de Geografia da UFC, vol.
8, núm.
16, 2009, pp.
233-253 Universidade Federal do Ceará Fortaleza, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=273620619020 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.4215-RM2009.0816.0018 233 CONCENTRAÇÃO DE SEDIMENTOS EM SUSPENSÃO: Reservatório de Cachoeira Dourada – GO-MG, Brasil Prof.
Dr.
João Batista Pereira Cabral Bolsista Produtividade 2 do CNPq Universidade Federal de Goiás, Depto.
de Geografia Campus de Jataí Rua Riachuelo, 1530, Cep 75804-020, Jataí (GO), Brasil E-mail: jbcabral2000@yahoo.com.br Prof.
Dr.
Luiz Alberto Fernandes lufernandes@ufpr.br Prof.
Dr.
Valter Antonio Becegato becegato@cav.udesc.br Msc.
Sebastião Alves da Silva silvaufg@yahoo.com.br RESUMO A determinação da concentração de sedimentos em suspensão (CSS) no lago da usina hidrelétrica de Cachoeira Dourada foi realizada em duas campanhas, uma em junho de 2003 e outra em fevereiro de 2005.
A CSS referente aos períodos úmido e seco apresentou o predomínio de valores até 10 mg-l.
Todavia na desembocadura dos córregos das Araras e Corgão as concentrações foram superiores a 10 mg-l bem como aquelas entre o córrego do Corgão e Flecha, cujos valores chegaram a 15 mg-l.
Os índices de visibilidade (SEC) da água entre a barragem e o córrego do Corgão apresentaram valores com amplitudes entre 100 - 120 cm e 80 - 100 cm nos períodos úmido ...





Related documents