Reseña de -benjaminianas: cultura capitalista e fetichismo contemporâneo- de matos, olgária chain féres Report as inadecuate




Reseña de -benjaminianas: cultura capitalista e fetichismo contemporâneo- de matos, olgária chain féres - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

MercatorRevista de Geografia da UFC 2010, 9 20

Author: Guilherme Ribeiro

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=273619430017


Teaser



Mercator - Revista de Geografia da UFC E-ISSN: 1984-2201 edantas@ufc.br Universidade Federal do Ceará Brasil Ribeiro, Guilherme Reseña de -Benjaminianas: cultura capitalista e fetichismo contemporâneo- de MATOS, Olgária Chain Féres Mercator - Revista de Geografia da UFC, vol.
9, núm.
20, septiembre-diciembre, 2010, pp.
253-255 Universidade Federal do Ceará Fortaleza, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=273619430017 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.4215-RM2010.0920.0016 A ATUALIDADE DO MARXISMO Prof.
Dr.
Guilherme Ribeiro Universidade Federal Fluminense Rua José do Patrocínio, 71 - CEP: 28015-030 - Campos dos Goytacazes (RJ), Brasil Tel.: ( 55 22) 2733 0319 - geofilos@ig.com.br RESENHA DE: MATOS, Olgária Chain Féres.
Benjaminianas: cultura capitalista e fetichismo contemporâneo.
São Paulo: Editora UNESP, 2010.
302p. No momento em que escrevo — novembro de 2010 —, creio que poucas vozes opor-se-iam à constatação de que o marxismo (lato sensu) já viveu dias melhores.
Após duas décadas do fim da União Soviética e da queda do Muro de Berlim, com a agonizante situação de Cuba e o caminho absolutamente singular trilhado pela China, de fato o “Socialismo realmente existente” não evoca as melhores lembranças.
Evidentemente, qualquer pessoa de bom senso saberá distinguir de modo inequívoco o pensamento marxiano do processo histórico levado a cabo pelos países acima mencionados.
De qualquer maneira, aqueles que continuam a refletir à luz do materialismo histórico e dialético estão, no mínimo, tendo mais trabalho que outrora.
Afinal, mesmo com a Globalização sendo incapaz de esconder sua face mais cruel, não é fácil convencer alguém ou um gr...





Related documents