Economia solidária: possibilidade de rehumanização do trabalho Reportar como inadecuado




Economia solidária: possibilidade de rehumanização do trabalho - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Luciana Martins Amorim ; Luciane Lehmkuhl Schmidt ;Revista de Ciências da Administração 2008, 10 20

Autor: Clesar Luiz Loch

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=273520283003


Introducción



Revista de Ciências da Administração ISSN: 1516-3865 rca.cse@contato.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina Brasil Loch, Clesar Luiz; Martins Amorim, Luciana; Lehmkuhl Schmidt, Luciane ECONOMIA SOLIDÁRIA: POSSIBILIDADE DE (RE)HUMANIZAÇÃO DO TRABALHO Revista de Ciências da Administração, vol.
10, núm.
20, enero-abril, 2008, pp.
57-69 Universidade Federal de Santa Catarina Santa Catarina, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=273520283003 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ECONOMIA SOLIDÁRIA: POSSIBILIDADE DE (RE)HUMANIZAÇÃO DO TRABALHO Clesar Luiz Loch1 Luciana Martins Amorim2 Luciane Lehmkuhl Schmidt3 Resumo Este ensaio teórico busca suscitar algumas reflexões acerca do trabalho compreendido como elemento constitutivo do homem, porém, condicionado pela formação societal onde se insere.
O trabalho pode ser concebido como fonte de criação, transformação e emancipação humana, como pode também assumir seus aspectos mais negativos, aqueles relacionados a tripalium.
No modo de produção capitalista, onde o trabalho é concebido essencialmente como mero fator de produção, emergem suas conotações negativas.
Por outro lado, princípios de modelos alternativos como o da economia solidária, de igualdade, de autonomia, por exemplo, podem representar um resgate da humanização do trabalho. Palavras-chave: Capitalismo.
Economia solidária.
Trabalho. 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS Ao estudar o mundo do trabalho, observa-se que este pode trazer conotações positivas como seu caráter transformador e emancipatório, como pode trazer o seu oposto: alienação, tortura, sofrimento.
O modo de produção de determinada sociedade condiciona estas conotações e neste particu...





Documentos relacionados