Análise do potencial de flexibilidade estrutural: o caso de uma cooperativa de trabalho Reportar como inadecuado




Análise do potencial de flexibilidade estrutural: o caso de uma cooperativa de trabalho - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Everton Rodrigues Silva ; Daniel Paulino Teixeira Lopes ;Revista de Administração da Universidade Federal de Santa Maria 2015, 8 4

Autor: Carlos Alberto Gonçalves

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=273444977007


Introducción



Revista de Administração da Universidade Federal de Santa Maria E-ISSN: 1983-4659 rea@smail.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Gonçalves, Carlos Alberto; Rodrigues Silva, Everton; Teixeira Lopes, Daniel Paulino Análise do potencial de flexibilidade estrutural: o caso de uma cooperativa de trabalho Revista de Administração da Universidade Federal de Santa Maria, vol.
8, núm.
4, octubre-diciembre, 2015, pp.
616-632 Universidade Federal de Santa Maria Santa Maria, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=273444977007 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.5902-198346591117993 Análise do potencial de flexibilidade estrutural: o caso de uma cooperativa de trabalho Analysis of structural flexibility potential: the case of a cooperative Data de submissão: 13-05-2015 Aceite: 29-01-2016 Carlos Alberto Gonçalves1 Everton Rodrigues Silva2 Daniel Paulino Teixeira Lopes3 RESUMO Esta pesquisa visou analisar o potencial de flexibilidade estrutural de uma Cooperativa de Trabalho Médico sob a ótica da coalizão dominante.
Caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa, com objetivo de caráter descritivo, delineada pela estratégia de pesquisa de estudo de caso único.
Os dados foram coletados a partir de entrevistas semiestruturadas, pesquisa documental e observação direta sistemática.
Constatou-se que o ambiente no qual a Cooperativa atua é dinâmico e complexo, sobretudo em decorrência do mercado ser regulamentado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar e da entrada de novos concorrentes, além dos aspectos sociais, culturais e econômicos que permeiam qualquer segmento de mercado.
Este contexto tende a exigir maior potencial de flexibilidade das organizações.
Entr...





Documentos relacionados