Teores de nutrientes no solo e nutrição mineral do milho em áreas irrigadas com água calcária Reportar como inadecuado




Teores de nutrientes no solo e nutrição mineral do milho em áreas irrigadas com água calcária - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

SAMUEL VASCONCELOS VALADARES ; LUIZ ARNALDO FERNANDES ; REGYNALDO ARRUDA SAMPAIO ;Revista Caatinga 2014, 27 3

Autor: RAFAEL VASCONCELOS VALADARES

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista Caatinga ISSN: 0100-316X caatinga@ufersa.edu.br Universidade Federal Rural do SemiÁrido Brasil VASCONCELOS VALADARES, RAFAEL; VASCONCELOS VALADARES, SAMUEL; ARNALDO FERNANDES, LUIZ; ARRUDA SAMPAIO, REGYNALDO TEORES DE NUTRIENTES NO SOLO E NUTRIÇÃO MINERAL DO MILHO EM ÁREAS IRRIGADAS COM ÁGUA CALCÁRIA Revista Caatinga, vol.
27, núm.
3, julio-septiembre, 2014, pp.
169-176 Universidade Federal Rural do Semi-Árido Mossoró, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=237132104019 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Universidade Federal Rural do Semi-Árido Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação http:--periodicos.ufersa.edu.br-index.php-sistema ISSN 0100-316X (impresso) ISSN 1983-2125 (online) TEORES DE NUTRIENTES NO SOLO E NUTRIÇÃO MINERAL DO MILHO EM ÁREAS IRRIGADAS COM ÁGUA CALCÁRIA1 RAFAEL VASCONCELOS VALADARES2, SAMUEL VASCONCELOS VALADARES 2, LUIZ ARNALDO FERNANDES 2*, REGYNALDO ARRUDA SAMPAIO 2 RESUMO – Objetivou-se avaliar o efeito de fontes de nitrogênio na produtividade e nutrição do milho para silagem, e nos atributos químicos de um Cambissolo do Norte de Minas Gerais, irrigado com água calcaria. Utilizou-se a cultivar Decalb 390® no espaçamento de 0,8 m entre linhas e 0,2 m entre plantas.
A adubação de base consistiu na aplicação de 330 kg ha-1 de 4-30-10 e 50 kg ha-1 de FTE-BR12 e em cobertura, aplicou-se duas doses de 40 kg ha-1 de K2O, na forma de KCl, 45 e 60 dias após a semeadura (DAS) nas fases fenológicas V7 e V10, respectivamente.
O experimento foi montado no delineamento de blocos ao acaso com seis repetições, sendo os tratamentos referentes a fontes de nitrogênio, a saber: sulfato de amônio (em cobertura), ureia (em cobertura), Crotal...





Documentos relacionados