Validade concorrente da versão brasileira do srs-22r com o br-sf-36 Report as inadecuate




Validade concorrente da versão brasileira do srs-22r com o br-sf-36 - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Bruna S. Gabriel ; Paula M. F. Camarini ; Priscila E. S. Gianini ; Daniel M. Coelho ; Anamaria S. Oliveira ;Revista Brasileira de Fisioterapia 2010, 14 2

Author: Giselle C. L. Rosanova

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Brasileira de Fisioterapia ISSN: 1413-3555 rbfisio@ufscar.br Associação Brasileira de Pesquisa e PósGraduação em Fisioterapia Brasil Rosanova, Giselle C.
L.; Gabriel, Bruna S.; Camarini, Paula M.
F.; Gianini, Priscila E.
S.; Coelho, Daniel M.; Oliveira, Anamaria S. Validade concorrente da versão brasileira do SRS-22r com o Br-SF-36 Revista Brasileira de Fisioterapia, vol.
14, núm.
2, marzo-abril, 2010, pp.
121-126 Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia São Carlos, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=235016574013 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ISSN 1413-3555 Artigo Original Rev Bras Fisioter, São Carlos, v.
14, n.
2, p.
121-6, mar.-abr.
2010 Revista Brasileira de Fisioterapia © Validade concorrente da versão brasileira do SRS-22r com o Br-SF-36 Concurrent validity of the brazilian version of srs-22r with br-sf-36 Giselle C.
L.
Rosanova, Bruna S.
Gabriel, Paula M.
F.
Camarini, Priscila E.
S.
Gianini, Daniel M.
Coelho, Anamaria S.
Oliveira Resumo Contextualização: A validade concorrente, relevante na adaptação transcultural, refere-se à relação entre o desempenho do instrumento de interesse e o desempenho de instrumento semelhante com validade conhecida.
Objetivo: Realizar a validação concorrente da versão brasileira do questionário revisado da Scoliosis Research Society (Br-SRS-22r) com a versão brasileira do Short Form-36 (Br-SF-36).
Métodos: Foram selecionados 54 pacientes com escoliose idiopática com média de 19,9 anos (±7,7) e curvaturas com média de 31,6° (±20,5° graus) Cobb, variando entre 10º e 92º.
Os questionários tiveram seus resultados convertidos em escores, e a análise estatística correlacionou ...





Related documents