Efeitos negativos da insuficiência renal crônica sobre a função pulmonar e a capacidade funcional Report as inadecuate




Efeitos negativos da insuficiência renal crônica sobre a função pulmonar e a capacidade funcional - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Antonio F. Brunetto ; Ricardo D. Aydos ;Revista Brasileira de Fisioterapia 2010, 14 2

Author: Juliana L. Cury

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Brasileira de Fisioterapia ISSN: 1413-3555 rbfisio@ufscar.br Associação Brasileira de Pesquisa e PósGraduação em Fisioterapia Brasil Cury, Juliana L.; Brunetto, Antonio F.; Aydos, Ricardo D. Efeitos negativos da insuficiência renal crônica sobre a função pulmonar e a capacidade funcional Revista Brasileira de Fisioterapia, vol.
14, núm.
2, marzo-abril, 2010, pp.
91-98 Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia São Carlos, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=235016574009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ISSN 1413-3555 Artigo Original Rev Bras Fisioter, São Carlos, v.
14, n.
2, p.
91-8, mar.-abr.
2010 Revista Brasileira de Fisioterapia © Efeitos negativos da insuficiência renal crônica sobre a função pulmonar e a capacidade funcional Negative effects of chronic kidney failure on lung function and functional capacity Juliana L.
Cury1, Antonio F.
Brunetto2†, Ricardo D.
Aydos3 Resumo Objetivo: Avaliar a função pulmonar e a capacidade funcional em pacientes com insuficiência renal crônica (IRC) em hemodiálise e em pacientes após transplante renal.
Métodos: Foram avaliados 72 indivíduos, sendo 32 pacientes com IRC em hemodiálise (GD) há mais de 6 meses, 10 pacientes transplantados renais (GT) há, pelo menos, 6 meses e 30 sujeitos saudáveis para grupo controle (GC).
Todos os grupos foram avaliados utilizando espirometria, pressões inspiratória (PImax) e expiratória (PEmax) máximas e teste da caminhada em seis minutos (TC6min).
Para análise estatística, foi utilizado o programa SPSS 12.0, com nível mínimo de significância α 0,05.
Resultados: Foram encontrados resultados estatisticamente significativos (p 0,01) para: ...





Related documents