O que é o cibersexo? uma arqueologia em três tempos Reportar como inadecuado




O que é o cibersexo? uma arqueologia em três tempos - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Monah Winograd ;Arquivos Brasileiros de Psicologia 2016, 68 1

Autor: William Araujo Rezende

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Arquivos Brasileiros de Psicologia ISSN: 0100-8692 arquivosbrap@psicologia.ufrj.br Universidade Federal do Rio de Janeiro Brasil Araujo Rezende, William; Winograd, Monah O que é o cibersexo? Uma arqueologia em três tempos Arquivos Brasileiros de Psicologia, vol.
68, núm.
1, 2016, pp.
1-14 Universidade Federal do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=229046737004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ARTIGOS O que é o cibersexo? Uma arqueologia em três tempos William Araujo RezendeI Monah WinogradII O que é o cibersexo? Uma arqueologia em três tempos RESUMO O presente trabalho pretende analisar o cibersexo a partir dos contextos discursivos que o circunscreveram como conceito.
Para tanto, partimos da problematização de sua especificidade por meio da análise das definições correntes no âmbito científico.
Depois, traçamos a arqueologia de sua emergência no campo do saber, em três momentos distintos a partir do levantamento dos discursos veiculados pela mídia e por periódicos científicos.
Num primeiro momento, analisamos sua irrupção como problemática da identidade que logo assumiu um tom pernicioso marcado pelos discursos midiáticos.
Depois, verificamos como o cibersexo passou a ser conjurado pela dimensão jurídica através da perpétua suspeita de crime potencial. Por fim, investigamos sua inserção no âmbito da Psicologia, sobretudo através de discursos patologizantes. Concluímos que o conceito de cibersexo não se esgota nessa estrutura epistemológica que não permite contemplar as experiências singulares reveladoras de sua dimensão molecular. Palavras-chave: Sexualidade; Cibersexo; Arqueologia. What is cybersex? A three time poi...





Documentos relacionados