Measuring the start up costs in brazilian small firms Reportar como inadecuado




Measuring the start up costs in brazilian small firms - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Frederico Faccioli ; Rodrigo Frota da Silveira ;Revista de AdministraçãoRAUSP 2007, 42 3

Autor: Decio Zylbersztajn

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista de Administração - RAUSP ISSN: 0080-2107 rausp@edu.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Zylbersztajn, Decio; Faccioli, Frederico; Frota da Silveira, Rodrigo Measuring the start up costs in Brazilian small firms Revista de Administração - RAUSP, vol.
42, núm.
3, julio-septiembre, 2007, pp.
293-301 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Available in: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=223417438003 How to cite Complete issue More information about this article Journals homepage in redalyc.org Scientific Information System Network of Scientific Journals from Latin America, the Caribbean, Spain and Portugal Non-profit academic project, developed under the open access initiative Measuring the start up costs in Brazilian small firms RESUMO Decio Zylbersztajn Frederico Faccioli Rodrigo Frota da Silveira Mensuração de custos de abertura de pequenas empresas no Brasil No estudo aqui relatado foram medidos o tempo e o custo para a obtenção de permissão para uma pequena firma operar legalmente na cidade de São Paulo.
Para possibilitar o contraste com estudos similares conduzidos em outros países, escolheu-se uma amostra de firmas da área de confecção de roupas, a qual tem sido o padrão nesses estudos.
Uma amostra de cem firmas foi entrevistada com base em ferramenta de coleta de dados desenvolvida pelo Ronald Coase Institute.
Os resultados da pesquisa mostraram que o custo para obter a permissão de operar correspondeu, em média, a 10,9% do Produto Interno Bruto per capita e que a demora para conseguir o registro foi de, em média, 74 dias.
Cerca de 30% das firmas obtiveram o registro em menos de 30 dias e 60% em até 60 dias. Esses dados diferem dos publicados pelo Banco Mundial, baseados em metodologia menos acurada.
Os resultados da análise de regressão indicaram que a experiência anterior e o nível de renda da firma são negativamente correlacionados com o tempo para a obtenção do registro por ela.
Não houve efeito de ...





Documentos relacionados