Are sustainable companies less risky and more profitable? Reportar como inadecuado




Are sustainable companies less risky and more profitable? - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Silvia Casa Nova ; Edgard Cornacchione ; Solange Garcia ;Revista de AdministraçãoRAUSP 2012, 47 3

Autor: Tânia Cristina Silva Nunes

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Revista de Administração - RAUSP ISSN: 0080-2107 rausp@edu.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Silva Nunes, Tânia Cristina; Casa Nova, Silvia; Cornacchione, Edgard; Garcia, Solange Are sustainable companies less risky and more profitable? Revista de Administração - RAUSP, vol.
47, núm.
3, julio-septiembre, 2012, pp.
422-435 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Available in: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=223423659007 How to cite Complete issue More information about this article Journals homepage in redalyc.org Scientific Information System Network of Scientific Journals from Latin America, the Caribbean, Spain and Portugal Non-profit academic project, developed under the open access initiative ISSN 0080-2107 Are sustainable companies less risky and more profitable? Tânia Cristina Silva Nunes Silvia Casa Nova Edgard Cornacchione Solange Garcia Recebido em 28-fevereiro-2012 Aprovado em 23-julho-2012 Sistema de Avaliação: Double Blind Review Editor Científico: Nicolau Reinhard RESUMO DOI: 10.5700-rausp1048 As empresas sustentáveis são realmente mais rentáveis e seu nível de risco é menor? O objetivo neste trabalho foi verificar se havia diferenças significativas nos indicadores contábeis das empresas sustentáveis em relação a outras companhias não reconhecidas como sustentáveis. O Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa foi o critério selecionado para separação da amostra em empresas sustentáveis ou não.
Os indicadores contábeis analisados foram divididos em duas categorias: risco (taxa de pagamento de dividendos, crescimento percentual do ativo, alavancagem financeira, liquidez corrente, tamanho do ativo, variabilidade do lucro, beta contábil) e retorno (ROA, ROE, giro do ativo, margem líquida), identificados na revisão da literatura.
Foram analisadas, individualmente, companhias do setor de energia elétrica e do setor bancário, além de ter sido realizada uma análise sem divisã...





Documentos relacionados