Proposta de inclusão de carga horária semipresencial em cursos superiores presenciais Reportar como inadecuado




Proposta de inclusão de carga horária semipresencial em cursos superiores presenciais - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Fabricio Juliano Fernandes ;Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior 2014, 19 1

Autor: Emílio Rodrigues Junior

Fuente: http://www.redalyc.org/


Introducción



Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior ISSN: 1414-4077 revistaavaliacao@uniso.br Universidade de Sorocaba Brasil Rodrigues Junior, Emílio; Fernandes, Fabricio Juliano PROPOSTA DE INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS SUPERIORES PRESENCIAIS Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, vol.
19, núm.
1, marzo, 2014, pp.
179-192 Universidade de Sorocaba Sorocaba, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=219130127009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto PROPOSTA DE INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS SUPERIORES PRESENCIAIS PROPOSTA DE INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS SUPERIORES PRESENCIAIS Emílio Rodrigues Junior*; Fabricio Juliano Fernandes** Recebido: 06 jun.
2012 Aprovado: 06 dez.
2012 * Faculdade de Ciências Administrativas de Cuiabá.
Cuiabá, MT, Brasil.
Contato: junior-emilio@bol.com.br ** Faculdade de Ciências Administrativas de Cuiabá.
Cuiabá, MT, Brasl.
Contato: fajufer10@yahoo.com.br Resumo: Com as tecnologias digitais e educacionais, a aplicação de conceitos, teorias e metodologias mais interativas e dinâmicas estão sendo utilizadas na Educação a Distância (EaD), mudando o foco do processo de ensinar-aprender.
O presente texto tem o objetivo de analisar a evolução da educação a distância e a possibilidade de inclusão da modalidade semipresencial em cursos superiores de graduação já reconhecidos pelo Ministério da Educação.
A implantação da semipresencialidade, devidamente regulamentada pela portaria 4.059, deve ser discutida em cada Instituição de Ensino, uma vez que as realidades são distintas e as necessidades de formação dos professores que irão atuar nessa modalida...





Documentos relacionados