O trafico da escravatura, e o Bill de lord PalmerstonReportar como inadecuado




O trafico da escravatura, e o Bill de lord Palmerston - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Analisa a história da abolição do comércio de escravos e os desdobramentos diplomáticos gerados entre Portugal e a Grã-Bretanha, pela adoção do parlamento britânico do Bill de Lord Palmertston, que dava totais poderes a Royal Navy para capturar os navios negreiros independentes de sua bandeira, apoderar-se de sua carga, prender seus tripulantes e julgá-los conforme suas leis.

Publicador : Rio de Janeiro : Typ. J. Villeneuve e Comp.

Data de publicação : 1840

Descrição física : 69 p. ; 21 cm.

Conteúdo : Secção I. Motivos deste escripto. Bosquejo da historia da abolição do Trafico da escravatura. Difficuldades que se offerecem a sua suppressão. Impossibilidade de a levar a effeito pelo systema adoptado. Meio unico de a conseguir. Conveniencia dos tratados -- Secção II. Esclarecimentos historicos acerca do tratado para a suppressão do Tráfico da escravatura. Resumo do tratado negociado aquelle respeito em 1838. Correspondencia de lord Howard de Walden com lord Palmerston, relativa à mesma negociação. Despacho de lord Palmerston de 12 de maio. Reflexões -- Secção III. Communicação ao encarregado de negocios britannico -- Resposta a pretenções inadmissiveis do governo britannico. Examina-se se o governo portuguez era hostil aos interesses inglezes, ou se lord Palmerston aos interesses de Portugal. Conferencias com lord Howard de Walden. O que elle escrevia a lord Palmerston. Consequencia. Imputações ao governo portuguez. Medidas por este tomadas contra o trafico. Informações infundadas do plenipotenciario britannico -- Secção IV. Estado da questão quando lord Palmerston apresentou o seu bill ao parlamento. Discurso que proferio em apoio do dito bill. Analyse do que o nobre lord avançara acerca das obrigações contrahidas da parte de Portugal para com a Inglaterra para a abolição do trafico da escravatura, e de haver Portugal recebido o preço da sua cooperação -- Secção V. Mostra-se ser infundada a asserção de lord Palmerston de que todo o trafico em escravos era coberto com a bandeira portugueza. O que o tal respeito poderia ter dito o nobre lord. O que disserão as commissões mixtas sobre este objecto. Resultado do bill. Opposição no parlamento no mesmo bill. Augmento do trafico imputado a Portugal. Enormes capitaes britannicos empregados no dito trafico, e testemunho de autoridades britannicas a este respeito. | Causas porque se não acha concluido hum novo tratado entre Portugal e a Grã-Bretanha para a suppressão do trafico. Considera-se a asserção do nobre lord de que Portugal fizera asserções destituidas de verdade; e o que disse quanto ao governo portuguez não concordar em que o trafico fose declarado pirataria -- Secção VII. Asserções inexatas do primeiro lord do almirantado, conde de Minto. Aprezameno do navio Flor de Loanda. Communicação sobre este caso dirigida a lord Palmerston pelos juizes britannicos da commissão mixta do Rio de Janeiro. Resultado do exame que fica feito. Necessidade que de hum bill indemnidade tinha lord Palmerston e seus collegas. Proposta de occupação de colonias portuguezas pela Grã-Bretanha a titulo de supressão do trafico -- Consequente necessidade de ella occupar tambem outros paizes. Circular de lord Palmerston, de 30 de novembro de 1839.

Assuntos : Palmerston, Henry John Temple, 3. Visconde de, 1784-1865 | Tráfico de escravos, Portugal, Século XIX | Tráfico de escravos, Reino Unido, Século XIX | Relações exteriores, Portugal, Reino Unido, Século XIX

Endereço para citar este documento : http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/174456





Autor: Sá da Bandeira, Bernardo de Sá Nogueira de Figueiredo, Marquês de, 1795-1896 -

Fuente: http://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/174456



DESCARGAR PDF




Documentos relacionados