Storyspace e hipertexto: uma relação duradoura Reportar como inadecuado




Storyspace e hipertexto: uma relação duradoura - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista FAMECOS: mídia, cultura e tecnologia 2005, 26

Autor: Raquel Longhi

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=495550182008


Introducción



Revista FAMECOS: mídia, cultura e tecnologia ISSN: 1415-0549 revistadafamecos@pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Brasil Longhi, Raquel Storyspace e hipertexto: uma relação duradoura Revista FAMECOS: mídia, cultura e tecnologia, núm.
26, abril, 2005, pp.
68-76 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=495550182008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto CIBERCULTURA Storyspace e hipertexto: uma relação duradoura RESUMO O programa Storyspace é analisado do ponto de vista de sua contribuição à criação literária em hipertexto, salientando algumas de suas peculiaridades, como os links condicionais e sua perenidade no mercado da cultura digital.
Num segundo momento, se efetua uma breve análise da obra Patchwork Girl, de Shelley Jackson (1995), escrita e distribuída neste software, levantando questões como a materialidade da obra e o metahipertexto. ABSTRACT This paper tells about the use of the software program Story space to help literary creation in hypertext and analyses Shelley Jackson’s work called Patchwork Girl (1995), which was witten and distributed with the help of that program, as well as discusses questions raised by that partnership. PALAVRAS-CHAVE (KEY WORDS) - Hipertexto (Hypertext) - Storyspace - Literatura (Literature) Raquel Longhi Doutoranda em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) Professora da Ulbra. 68 For me, this is writing: giving a dialetal tone to the act by means of the ornate, rediscovering the rules of a new cursus; giving expression to endoxa with edysmata, constructing callidissimae juncturae. (U.
Eco)1 . NO MUNDO DA CULTURA digital, não é muito comum d...





Documentos relacionados