O sujeito e a prensa tipográfica Reportar como inadecuado




O sujeito e a prensa tipográfica - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista FAMECOS: mídia, cultura e tecnologia 2012, 19 1

Autor: MÁRCIO SOUZA GONÇALVES

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=495551010010


Introducción



Revista FAMECOS: mídia, cultura e tecnologia ISSN: 1415-0549 revistadafamecos@pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Brasil SOUZA GONÇALVES, MÁRCIO O sujeito e a prensa tipográfica Revista FAMECOS: mídia, cultura e tecnologia, vol.
19, núm.
1, enero-abril, 2012, pp.
146 -167 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=495551010010 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Revista FAMECOS mídia, cultura e tecnologia Jornalismo O sujeito e a prensa tipográfica1 The subject and the printing press MÁRCIO SOUZA GONÇALVES Professor do Programa de Pós-Graduação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. msg@uerj.br RESUMO ABSTRACT O artigo, de caráter francamente ensaístico, articula, a partir de diversos autores, uma aproximação entre escrita, prensa tipográfica e racionalidade, levantando a hipótese de que a temática do sujeito, que se encontra no cerne da filosofia moderna, tem em sua origem, além de uma questão epistemológica relativa à fundamentação da verdade, uma nova forma de vivência psicológica, ligada a novos modos de experiência mental tornados possíveis pela impressão, que remetem especificamente para o individualismo, o ponto de vista fixo, a perspectiva e a noção do ato cognitivo como representação. This mostly essayistic article relates, based on several authors, writing, printing press and rationality.
The central hypothesis is that the subject, which is in the core of modern philosophy, has his origins, aside from epistemological ma ers, also in a new form of psychological life, linked to new kinds of mental experience made possible by print...





Documentos relacionados