Forasteiros na pátria-mãe: o lugar do migrante em the lonely londoners, de samuel selvon e the final passage, de caryl phillips Reportar como inadecuado




Forasteiros na pátria-mãe: o lugar do migrante em the lonely londoners, de samuel selvon e the final passage, de caryl phillips - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Ilha do Desterro: A Journal of English Language, Literatures in English and Cultural Studies 2008, 54

Autor: Denise Almeida Silva

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=478348692003


Introducción



Ilha do Desterro: A Journal of English Language, Literatures in English and Cultural Studies E-ISSN: 2175-8026 ilhadodesterro@gmail.com Universidade Federal de Santa Catarina Brasil Almeida Silva, Denise FORASTEIROS NA PÁTRIA-MÃE: O LUGAR DO MIGRANTE EM THE LONELY LONDONERS, DE SAMUEL SELVON E THE FINAL PASSAGE, DE CARYL PHILLIPS Ilha do Desterro: A Journal of English Language, Literatures in English and Cultural Studies, núm.
54, enero-junio, 2008, pp.
39-59 Universidade Federal de Santa Catarina Florianópolis, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=478348692003 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Forasteiros na pátria-mãe: o lugar do. 39 FORASTEIROS NA PÁTRIA-MÃE: O LUGAR DO MIGRANTE EM THE LONELY LONDONERS , DE SAMUEL SELVON E THE FINAL PASSAGE , DE CARYL PHILLIPS Denise Almeida Silva Universidade Regional do Alto Uruguai das Missões Resumo Este estudo analisa a construção ficcional da identidade do migrante em The Lonely Londoners (1956), de Samuel Selvon e The Final Passage (1985), de Caryl Phillips.
Ambos os romances enfocam a experiência da geração Windrush, recrutada das colônias para suprir mão de obra na Inglaterra do pós-guerra.
Ressalta-se o espaço intersticial ocupado pelas comunidades migrantes, e estuda-se a construção da identidade nessas obras dentro do contexto das relações culturais, analisando-se as políticas de afiliação, pertencimento e exclusão implícitas na formação dessas comunidades diaspóricas. Palavras-chave Palavras-chave: diáspora, migrantes, geração Windrush. Por sua natureza, a comunidade ocupa posição essencialmente ambígua: como parte do todo experimenta com ele uma dupla relação de pertinência e alteridade, ocupando ...





Documentos relacionados