Análise comparativa e teste empírico da validade dos modelos capm tradicional e condicional: o caso das ações da petrobrás Reportar como inadecuado




Análise comparativa e teste empírico da validade dos modelos capm tradicional e condicional: o caso das ações da petrobrás - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Revista Ciências Administrativas 2007, 13 1

Autor: Janaína da Silva Alves

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=475647703011


Introducción



Revista Ciências Administrativas ISSN: 1414-0896 revcca@unifor.br Universidade de Fortaleza Brasil da Silva Alves, Janaína Análise comparativa e teste empírico da validade dos modelos CAPM tradicional e condicional: o caso das ações da Petrobrás Revista Ciências Administrativas, vol.
13, núm.
1, agosto, 2007, pp.
147-157 Universidade de Fortaleza Fortaleza, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=475647703011 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Análise comparativa e teste empírico da validade dos modelos capm tradicional e condicional: o caso das ações da Petrobrás Análise comparativa e teste empírico da validade dos modelos CAPM tradicional e condicional: o caso das ações da Petrobrás Comparative analysis and empiric test of the validity of tradicional CAPM model: the case of Petrobrás shares Janaína da Silva Alves1 Resumo O objetivo deste artigo é fazer uma análise comparativa e testar empiricamente a validade dos modelos CAPM tradicional e condicional utilizando as ações preferenciais da Petrobrás.
A metodologia empregada foi a de estimar primeiramente o modelo CAPM tradicional, através do método dos mínimos quadrados ordinários e, posteriormente estimou-se o modelo condicional, chamado também de GARCH-M.
Em ambos os modelos aplicou-se o teste de Black, Jensen e Scholes para verificar a validade do modelo.
Os resultados obtidos mostram que o modelo CAPM tradicional teve sua validade comprovada, mas detectou-se neste a presença de heterocedasticidade condicional, através do teste ARCH-LM.
Então, estimou-se o CAPM condicional, o qual também foi válido, embora o efeito GARCH tenha sido não significativo na equação da média.
Contudo, através do teste ARC...





Documentos relacionados