A missão da rede memorial: capital social, sistemas e redes de colaboratividade Reportar como inadecuado




A missão da rede memorial: capital social, sistemas e redes de colaboratividade - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Marcos Galindo ; Sandra Maria Verissimo Soares ; Ângela Cristina Moreira do Nascimento ;Em Questão 2015, 21 1

Autor: Mário Gouveia Júnior

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=465645966005


Introducción



Em Questão ISSN: 1807-8893 emquestao@ufrgs.br Universidade Federal do Rio Grande do Sul Brasil Gouveia Júnior, Mário; Galindo, Marcos; Verissimo Soares, Sandra Maria; Moreira do Nascimento, Ângela Cristina A missão da rede memorial: capital social, sistemas e redes de colaboratividade Em Questão, vol.
21, núm.
1, enero-abril, 2015, pp.
76-95 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=465645966005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto E-ISSN 1808-5245 Revista da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS v.
21, n.
1 – Jan.-Abr.
2015 A missão da rede memorial: capital social, sistemas e redes de colaboratividade Mário Gouveia Júnior Doutorando; Universidade do Porto e Universidade de Aveiro (UP e UA); gouveia_historiador@yahoo.com.br Marcos Galindo Doutor; Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); galyndo@gmail.com Sandra Maria Verissimo Soares Mestre; Arquivo Público Jordão Emerenciano (APEJE); sandra.verissimo9@gmail.com Ângela Cristina Moreira do Nascimento Mestre; Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE); angela.cmn@gmail.com Resumo: Este texto debate a importância da formação e consolidação de uma rede de instituições de missão memorial em prol da preservação de informação, de sua disseminação e do seu franco e irrestrito acesso.
Ilustram nossas considerações a ideia de sistema memorial, pensada enquanto categoria de trabalho que preza pela protocooperação e pelo compartilhamento de informação.
Contemplamos a perspectiva de que, trabalhando em conjunto, as instituições podem contribuir de modo mais eficaz no tocante ao compartilhamento de conteúdos informacionais.
Da mes...





Documentos relacionados