ESTRATÉGIA E COORDENAÇÃO NO SETOR AGROINDUSTRIAL: UMA ABORDAGEM NEO-INSTITUCIONALISTA DAS ESTRATÉGIAS DE SUPRIMENTO DE UM MOINHO PAULISTA Reportar como inadecuado




ESTRATÉGIA E COORDENAÇÃO NO SETOR AGROINDUSTRIAL: UMA ABORDAGEM NEO-INSTITUCIONALISTA DAS ESTRATÉGIAS DE SUPRIMENTO DE UM MOINHO PAULISTA - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Aportes teóricos oriundos do neo-institucionalismo têm sido amplamente utilizadosna análise de cadeias agroindustriais brasileira nos últimos anos. Concentrando-se nasrelações verticais entre agentes econômicos, a Economia dos Custos de Transação (ECT)propõe um modelo de análise que explora a forma como compradores e vendedores fazemsuas escolhas organizacionais buscando minimizar os custos de transação. Essas escolhas,denominadas estruturas de governança no jargão ECT, seriam feitas com base emcaracterísticas específicas da transação, aqui chamadas atributos das transações.Buscando explicar as relações que se formam entre os atores de um mesmo segmentoprodutivo, o aporte de Redes de Poder auxilia na investigação das dinâmicas organizacionaispresentes em um determinado setor. Dessa forma, o modo como os atores privados serelacionam entre si, com suas associações de representação e com as agênciasgovernamentais são explorados buscando identificar que elementos determinam acapacidade de um ator coordenar e exercer influência nas operações da cadeia produtiva ouna formulação de políticas publicas e privadas para o setor.Apresentando uma boa capacidade descritiva e normativa, esses dois aportes possibilitam oentendimento das estruturas organizacionais e dos processos de decisão de um determinadosetor.Este artigo buscara a integração dos dois aportes acima mencionados com o objetivo deanalisar as estratégias de compra de trigo por um moinho atuante no estado de São Paulo.Assim, serão analisadas tanto as relações dessa empresa com seus fornecedores (tradings,produtores e cooperativas) no que se veio a chamar coordenação vertical, como as relaçõescom os demais moinhos e associações de representação que atuam no setor, a chamadacoordenação horizontal. Este trabalho defende que a análise dessas formas de coordenaçãoauxilia no entendimento de como a empresa estudada traçou suas estratégias de compra detrigo.

Subject(s): Agribusiness

Issue Date: 2006

Publication Type: Conference Paper/ Presentation

PURL Identifier: http://purl.umn.edu/145994

Total Pages: 20

Record appears in: Sociedade Brasileira de Economia, Administracao e Sociologia Rural (SOBER) > 44th Congress, July 23-27, 2006, Fortaleza, Ceará, Brazil





Autor: Perosa, Bruno Benzaquen ; Paulillo, Luiz Fernando

Fuente: http://ageconsearch.umn.edu/record/145994?ln=en







Documentos relacionados