Resenha do livro freud - mas por que tanto ódio? Reportar como inadecuado




Resenha do livro freud - mas por que tanto ódio? - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Estudos e Pesquisas em Psicologia 2013, 13 3

Autor: Letícia Vier Machado

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=451844512003


Introducción



Estudos e Pesquisas em Psicologia E-ISSN: 1808-4281 revispsi@gmail.com Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Vier Machado, Letícia Resenha do livro FREUD - MAS POR QUE TANTO ÓDIO? Estudos e Pesquisas em Psicologia, vol.
13, núm.
3, 2013, pp.
1198-1203 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=451844512003 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto RESENHA Resenha do livro FREUD - MAS POR QUE TANTO ÓDIO? Book review WHY SO MUCH HATE? Letícia Vier Machado* Universidade Estadual de Maringá – UEM, Maringá, Paraná, Brasil ROUDINESCO, E.
Mais pourquoi tant de haine? Paris: Éditions du Seuil, 2010.
88p. ROUDINESCO, E.
Freud – mas por que tanto ódio? Trad.
André Telles, rev.
técnica Marco Antonio Coutinho Jorge.
Rio de Janeiro: Zahar, 2011.
92p. A obra é uma coletânea de textos organizada pela historiadora da Psicanálise Elisabeth Roudinesco, em parceria com colaboradores como Guillaume Mazeau, Christian Godin, Franck Lelièvre, Pierre Delion e Roland Gori.
Este corpo sólido de teóricos franceses, entre professores e pesquisadores, defende a Psicanálise dos rumores que a atacam e descredenciam seu estatuto de ciência psicológica, ao longo dos cinco capítulos do livro, sobretudo na França, e mais intensamente a partir do ano de 2005, com o aparecimento do polêmico “Le livre Noir de la Psychanalyse: vivre, penser et aller mieux sans Freud”1, que provocou grande revolta e intensos debates entre os psicanalistas franceses. A publicação é a versão condensada de um trabalho mais extenso, também publicado por Roudinesco em 2005, intitulado Pourquoi tant de haine? Anatomie du « Livre noir de la psychanalyse», co-r...





Documentos relacionados