Doença e morte na umbanda branca: a legião branca mestre jesus Reportar como inadecuado




Doença e morte na umbanda branca: a legião branca mestre jesus - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

José Francisco Miguel Henriques Bairrão ;Estudos e Pesquisas em Psicologia 2013, 13 2

Autor: Daniela Torres de Andrade Lemos

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=451844511015


Introducción



Estudos e Pesquisas em Psicologia E-ISSN: 1808-4281 revispsi@gmail.com Universidade do Estado do Rio de Janeiro Brasil Torres de Andrade Lemos, Daniela; Henriques Bairrão, José Francisco Miguel Doença e Morte na Umbanda Branca: A Legião Branca Mestre Jesus Estudos e Pesquisas em Psicologia, vol.
13, núm.
2, 2013, pp.
677-703 Universidade do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=451844511015 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto ARTIGOS Doença e Morte na Umbanda Branca: A Legião Branca Mestre Jesus Illness and Death in the White Umbanda: The Master Jesus White Legion Daniela Torres de Andrade Lemos* Universidade de São Paulo – USP, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil José Francisco Miguel Henriques Bairrão** Universidade de São Paulo – USP, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil RESUMO Neste artigo expõem-se e analisam-se as concepções de doença e morte presentes em um renomado centro de cura espiritual, mediante procedimento etnográficos e a consideração dos seus implícitos.
Subjacente ao surgimento da Legião Branca Mestre Jesus conta-se a história de uma família de índios cujos fundadores, depois de mortos, se unem no “plano espiritual” para atrair e reunir os seus membros que entretanto se haviam dispersado.
Esta narrativa parece ser uma metáfora do encontro e desencontro entre colonizadores e suas vítimas africanas e indígenas.
A doença é significada como um sinal de pertencimento a essa família e o fato dos “médicos” serem entendidos como mortos, propõe uma relação de familiaridade com a morte.
A concepção reencarnacionista propicia a composição de laços entre biografias diversas, interligando uma re...





Documentos relacionados