Exilados portugueses na militância contra salazar. resenha do livro: silva, douglas mansur da. a oposição ao estado novo no exílio brasileiro, 1956- 1975. lisboa: imprensa de ciências sociais, 2006. 162 p. – col. estudos Reportar como inadecuado




Exilados portugueses na militância contra salazar. resenha do livro: silva, douglas mansur da. a oposição ao estado novo no exílio brasileiro, 1956- 1975. lisboa: imprensa de ciências sociais, 2006. 162 p. – col. estudos - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Espaço Plural 2007, VIII 16

Autor: Fábio Ruela de Oliveira

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=445944358012


Introducción



Espaço Plural ISSN: 1518-4196 espacoplural@yahoo.com.br Universidade Estadual do Oeste do Paraná Brasil Ruela de Oliveira, Fábio Exilados portugueses na militância contra salazar.
Resenha do livro: SILVA, Douglas Mansur da.
A oposição ao Estado Novo no exílio brasileiro, 1956- 1975.
Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2006.
162 p.
– (Col.
Estudos e Investigações; 42) Espaço Plural, vol.
VIII, núm.
16, enero-junio, 2007, pp.
79-82 Universidade Estadual do Oeste do Paraná Marechal Cândido Rondon, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=445944358012 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Resenhas Exilados portugueses na militância contra salazar Resenha do livro: SILVA, Douglas Mansur da.
A oposição ao Estado Novo no exílio brasileiro, 19561975.
Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, 2006.
162 p.
– (Col.
Estudos e Investigações; 42) Fábio Ruela de Oliveira1 É com o mesmo espírito militante do objeto que investigou – os opositores ao salazarismo português, exilados no Brasil –, que Douglas Mansur da Silva escreveu esse trabalho de mestrado em Antropologia Social da Unicamp.
Defendido em fevereiro de 2000 foi completado com dados de arquivos portugueses e é agora editado em Lisboa, pela Imprensa de Ciências Sociais.
O livro conta com mais um capítulo e mudanças gerais na estrutura dos demais capítulos, em relação ao trabalho defendido, financiado com bolsa CAPES, que apresentava o título: A Ética da Resistência: Os Exilados Anti-Salazaristas do “Portugal Democrático” (1956-1975).
A militância de Silva está no entusiasmo com que escreve e especificamente num trecho do prefácio, quando denuncia os prejuízos para esta última geração de investigadore...





Documentos relacionados