A gestão de recursos humanos nas organizações não governamentais de cooperação para o desenvolvimento portuguesas: uma análise interpretativa exploratória Reportar como inadecuado




A gestão de recursos humanos nas organizações não governamentais de cooperação para o desenvolvimento portuguesas: uma análise interpretativa exploratória - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Sociologia: Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto 2016, XXXII

Autor: Vanessa Marcos

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=426549569004


Introducción



Sociologia: Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto ISSN: 0872-3419 revistasociologia@letras.up.pt Universidade do Porto Portugal Marcos, Vanessa A gestão de recursos humanos nas Organizações Não Governamentais de Cooperação para o Desenvolvimento portuguesas: uma análise interpretativa exploratória Sociologia: Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, vol.
XXXII, 2016, pp.
61-81 Universidade do Porto Porto, Portugal Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=426549569004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto MARCOS, Vanessa (2016), “A gestão de recursos humanos nas Organizações Não Governamentais de Cooperação para o Desenvolvimento portuguesas: uma análise interpretativa exploratória”, Sociologia, Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Vol.
XXXII, pp.
61 - 81 DOI: 10.21747-0872-3419-soc32a3 A gestão de recursos humanos nas Organizações Não Governamentais de Cooperação para o Desenvolvimento portuguesas: uma análise interpretativa exploratória Vanessa Marcos Instituto de Sociologia da Universidade do Porto Resumo À luz do debate teórico-empírico sobre a instrumentalização do voluntariado e a precarização do mercado de trabalho problematizamos, neste artigo, a gestão de recursos humanos em Organizações Não Governamentais de Cooperação para o Desenvolvimento (ONGD), em termos da sua maior ou menor orientação para a profissionalização, enquanto estratégia de eficiência e eficácia organizacional.
A partir dos dados de um inquérito por questionário aplicado a 23 ONGD portuguesas intencionalmente selecionadas, apresentamos uma caracterização geral dos seus recursos humanos assalariados e voluntários, bem como...





Documentos relacionados