Conceitos e métodos para a avaliação de programas sociais e políticas públicas Reportar como inadecuado




Conceitos e métodos para a avaliação de programas sociais e políticas públicas - Descarga este documento en PDF. Documentación en PDF para descargar gratis. Disponible también para leer online.

Sociologia: Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto 2016, XXXI

Autor: Mauro Serapioni

Fuente: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=426546003004


Introducción



Sociologia: Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto ISSN: 0872-3419 revistasociologia@letras.up.pt Universidade do Porto Portugal Serapioni, Mauro Conceitos e métodos para a avaliação de programas sociais e políticas públicas Sociologia: Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, vol.
XXXI, enerojunio, 2016, pp.
59-80 Universidade do Porto Porto, Portugal Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=426546003004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Serapioni, Mauro – Conceitos e métodos para a avaliação de programas sociais e políticas públicas Sociologia, Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Vol.
XXXI, 2016, pág.
59-80 Mauro Serapioni - Conceitos e métodos para a avaliação de programas sociais e políticas públicas Sociologia.
Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Vol.
XXXI, 2016, pp.
??? Conceitos e métodos para a avaliação de programas sociais e políticas públicas Mauro Serapioni Centro de Estudos Sociais Resumo A avaliação de políticas públicas difundiu-se nos anos de 1960 e passa hoje por um processo de rápida disseminação, diversificação teórico-metodológica e controvérsias entre as diversas perspetivas epistemológicas.
Este artigo analisa as questões-chave que deveriam nortear as avaliações, apresenta as principais abordagens avaliativas desenvolvidas nos últimos 50 anos (positivista experimental, pragmatista da qualidade e construtivista) e os modelos que resultaram da contaminação entre elas.
Na conclusão apresentam-se alguns pontos de tensão persistentes nas discussões sobre avaliação. Palavras-chave: Avaliação, Políticas públicas, Pluralidade metodológica Concepts and method...





Documentos relacionados